Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Publicado em 29 de maio de 2011

Entidades, Prefeitura e governo definem ações para comunidades rurais de Rodrigues Alves

Na manhã de sexta-feira (27) diversas esferas de governo estiveram reunidas na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rodrigues Alves, com representantes de 25 associações agrícolas, para planejarem uma ação conjunta do Governo Federal através do INCRA, Governo do Estado, Prefeitura e STR, para estabelecerem metas de atuação para a recuperação de ramais e estradas vicinais, durante o período do verão.

Na reunião ficou definido que serão utilizadas 1 mil horas de operação de uma máquina para a construção de açudes, mecanização de 200 hectares de terras e a recuperação de 150 quilômetros de ramais que vão abranger os eixos do projeto Paraná dos Mouras, Ramal da Bananeira e Foz do Paraná. Também serão incluídas as estradas vicinais que interligam os doze projetos de assentamentos que ficam dentro da área do município.

Nos trabalhos estarão envolvidas 25 máquinas pesadas divididas em três frentes de serviço. O governo forneceu 45 mil litros de diesel, ficando a cargo da Prefeitura o óleo lubrificante, manutenção dos equipamentos, alimentação dos trabalhadores e mão de obra.

Na ocasião foi criada uma comissão de fiscalização composta por representantes da Prefeitura, Câmara de Vereadores, INCRA e da comunidade, que durante os trabalhos farão o acompanhamento e fiscalização dos trabalhos executados.

Segundo o presidente do STR de Rodrigues Alves, Ruster Francisco, a intenção é aproveitar ao máximo o verão para melhorar as condições de trafegabilidade das estradas rurais e dar melhor condição de vida ao homem do campo, oferecendo condições não só de produzir, mas também de transportar os produtos até o mercado consumidor.

O prefeito Burica de Freitas explicou que com as frentes de serviços espalhadas em locais diferentes, a intenção é deixar o maior número de ramais em condições de trafegabilidades o mais breve possível para facilitar o escoamento da produção agrícola. Freitas destaca que cerca de 800 quilômetros de ramais precisam ser recuperados, o equivalente a uma distância bem maior do que o trecho entre Cruzeiro do Sul e Rio Branco, por isso, considera que os 45 mil litros de combustível cedidos pelo governo ainda é pouco para atender a demanda. “Mas acredito na sensibilidade do governo e sei que ele vai nos ajudar ainda mais. A nossa intenção é colocar também camada vegetal nos trechos mais críticos para que as estradas permaneçam em condições de tráfego por um maior período de tempo”, conclui o prefeito.

Escrito por Adelcimar Carvalho

Compartilhe

    Comentários:

    1. parabéns pelo seu belisimo trabalho no sinteacre jaico é marco…

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS