Cruzeiro do Sul - Acre, terça-feira, 20 de novembro de 2018

Publicado em 2 de dezembro de 2015

Empresário que organizou protesto contra Lula diz que foi intimidado por delegado

“Eles não podem usar o aparelhamento do Estado para amedrontar pessoas de bem”, diz Joaquim Lira

delegado intimida comerciante de brasiléiaO ex-presidente da Associação Comercial de Brasileia, o empresário Joaquim Lira, um dos organizadores do protesto realizado contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, realizado na manhã desta segunda-feira (30), afirmou que um dia antes do ato chegou a ser coagido pelo coordenador do Departamento de Polícia da Capital e Interior, o delegado Nilton Boscaro.

Joaquim Lira afirmou à ContilNet que irá dar entrada em representação contra Nilton Boscaro, que já foi titular da Delegacia de Combate ao Crime Organizado, por constrangimento ilegal.

“Eles me chamaram até a delegacia e o delegado Nilton me fez um monte de perguntas sobre meus negócios, inclusive se minha mercadoria tinha nota. Ele tentou me intimidar e no  final de tudo não quis me dar a cópia do meu depoimento. Eu vou representar contra esse  delegado na corregedoria”, disse.

O empresário, que chegou a dar entrevistas afirmando que cederia a chácara dele para receber os manifestantes, afirmou que condenada veementemente o que ele chama de “uso indevido do aparelhamento do Estado pelo PT”.

“Eles não podem usar o aparelhamento do Estado para amedrontar pessoas de bem. Todos têm o direito de protestar, isto é da democracia”, declarou.

A reportagem entrou em contato com o assessor da Secretaria de Segurança Pública do Acre, o jornalista Pedro Paulo Tavares, para falar a respeito da atitude do delegado, mas seu telefone estava fora da área de serviço.

Fonte: Contilnet-Gina Menezes

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS