Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Publicado em 14 de abril de 2014

Empresa acusada de fraudar contratos da Petrobras fez doação para campanha de Sebastião Viana, do PT

sebastião doações empresasA IESA Óleo e Gás S/A, empresa que aparece em reportagens veiculadas na revista Época, revista Veja e jornal O Globo, acusada de integrar um consórcio criminoso montado para fraudar contratos na Petrobras, enriquecer seus membros e financiar políticos e partidos fez doações para campanha do governador do Acre, Sebastião Viana (PT), nas eleições 2010.

De acordo com o portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o então candidato Sebastião Viana, teria recebido R$ 300 mil da IESA, no dia 28 de agosto de 2010. Segundo as reportagens divulgadas no último final de semana, a IESA foi uma das empresas mais generosas com candidatos de PT, PMDB e PP. A empresa teria doado R$ 3,2 milhões a diversos candidatos e R$ 4,1 milhões aos partidos.

As informações das supostas doações facilitadas por pessoas ligadas a Petrobras vazaram depois que a Polícia Federal fez a apreensão de um manuscrito na casa do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, que aponta possíveis doações eleitorais. A Polícia Federal descobriu que Paulo Roberto, Youssef, políticos e prestadores de serviços estão interligados no consórcio.

A IESA Óleo e Gás S/A, uma das empresas relacionadas na agenda apreendida pela PF foi uma das maiores contribuintes da campanha do governador Sebastião Viana, que enfrentou processos por abuso de poder econômico após a disputa eleitoral. As empresas sob suspeita de fraude investigadas na Operação Lava-Jato da PF faturaram R$ 31 bilhões com a Petrobras na era PT.

Levantamento do site de revista Veja revela somas milionárias destinadas a empresas agora investigadas pela Operação Lava-Jato, da Polícia Federal. De acordo com a revista Época, a IESA disse que “somente o presidente Valdir Lima Carreiro poderia comentar o caso, já que é seu nome que aparece na lista, mas que ele estava em voo, com o celular desligado”.

Segundo o site do TSE, a campanha do governador Sebastião Viana e de seu irmão, o senador Jorge Viana (PT) teve doações de diversas empreiteiras que prestam serviços para o governo do Acre e Governo federal. Os comitês de campanha do PT do Acre, figura como um dos que mais arrecadou doações de grandes empresas que teriam ligações com a cúpula nacional do partido.

Fonte: Ray Melo-ac24horas

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS