Cruzeiro do Sul - Acre, segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Publicado em 10 de setembro de 2013

Deputado da base governista admite que o Acre esteja “quebrado”

fototchePagamento de fornecedores e prestadores de serviço atrasados, não cumprimento da contrapartida em convênios, protelação dos acordos firmados com o movimento sindical, repasses milionários para a empresa publicitária Companhia de Selva, desvio de recursos nas obras de construção civil (G-7), pagamento de propina e oferecimento de vantagens para deputados aliados e excesso de cargos comissionados com altos salários. Estes fatos fizeram o deputado governista, Luis Thê (PDT), admitir que o Estado esteja “quebrado”.

Ele usou a tribuna na manhã desta terça-feira (10), na Assembléia Legislativa do Acre (Aleac), para fazer um duro discurso contra a forma como o Governo Federal trata o Acre, referindo-se aos constantes cortes de recursos e a dificuldade financeira pela qual o Estado atravessa.

O parlamentar afirmou que o Acre está no caminho da falência. “O Estado do Acre não está conseguindo nem pagar a folha de pagamento. Estou vendo a hora do governador Tião Viana (PT) pedir a falência do Acre”, declarou ele, ressaltando que a falta de compensação financeira por manter as florestas intactas tem causado sérias complicações econômicas para a já combalida economia. “O Acre não está conseguindo nem manter o custeio da máquina”, exemplificou.

Tchê desabafou contra o que ele chama de descaso presidencial com o Estado e cobrou dos parlamentares federais uma posição sobre o assunto. “Não é mais tolerável que a presidenta Dilma olhe para o Acre como o patinho feio da nação. É intolerável que o Brasil arrecade tanto dinheiro e continue a cortar recursos que seriam destinados ao Acre, protestou ele, pedindo união da classe política.

Tribuna do Juruá – Jorge Natal

Compartilhe

    Comentários:

    1. MARIO disse:

      Infelizmente o nosso governante é mau administrador, e sabemos que foi o mesmo q deixou o ACRE na miséria. Não foi apenas cortes do governo federal. Sou acreano mas estou envergonhado desses políticos no Acre ” PT “.

    2. leonardo disse:

      Muito simples a análise, o estado do Acre tem pouco eleitores e não apoiou Dilma nas útltimas eleições….

    3. araruta filho disse:

      Deputado Tchê e um Gaucho brincalhão, pois sabe muito bem ele que o Estado esta quebrado Economicamente desde do Governo de Jorge Viana, e o mesmo sempre fazendo parte desse grupo politico, e trste fazer analise de um Estado e perceber que o mesmo vive joje como um ex-territorio, na melhor das hipoteses uma grande ONG, verdade seja dita com a economia implantada por eles voltada para a florestania esta ai o resultado. Há e lembrando esta chegando dezembro.

    4. gaby disse:

      ESPERO SINCERAMENTE QUE OS DIAS DO PT NO ACRE ESTEJAM CONTADOS, SENÃO OS ACREANO É QUEM ESTÃO PERDIDOS.

    5. Roberto filho disse:

      O que vc quer dizer com esta chegando dezembro,

    6. jose disse:

      este tião viana é o principal culpado desse momento que o acre está passando ele pensa que pode tudo e vcs votan nessa raça de viboras manda esse homem ir para prisão perpetua para aonde ele não saia nunca mais ….

    7. flavio disse:

      Meus irmaos, vamos parar de sofrer nas maos desses ditadores, tenham vergonha e
      Nao votem mais nesses espertos “PT”.

    8. flavio disse:

      Meus irmaos, ate quando voces querem sofrer?

    9. flavio disse:

      Sabemos q nosso estado esta falido, enquanto isso, seu jorge e seu tiao estao
      MILHONARIOS, sao os homens mais ricos do Acre.

    10. erivaldo mota disse:

      Estado falido, políticos ricos, acorda povo acreano. As eleições estão chegando.

    11. Rafinha disse:

      ata agora que o nobre deputado soube que o acre esta mais quebrado que arroz de terceira so quero ver pagar tanto empréstimo do BID e do BNDS vão fazer o que?

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS