Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Publicado em 30 de setembro de 2013

Corra Perpétua, corra

perpétua almeida“Existem momentos na vida onde a questão de saber se se pode pensar diferente do que se pensa, e perceber diferentemente do que se vê, é indispensável para continuar a olhar ou refletir”. O fragmento do texto de Michael Foucault é bem sintomático para o que pretendo abordar. Óbvio que mutilarei o pensamento desse brilhante intelectual, aliás, um dos melhores do século passado.

A deputada ainda não percebeu o quão necessário é a sua tomada de decisão. Não para se eleger isso ou aquilo outro, mas para se fazer uma necessária mudança de rumos, uma reinvenção da política local, que é só possível com a mobilização das ruas e novas posturas de políticos verdadeiramente republicanos. A sua cômoda posição, deputada, soa covardia e oportunismo.

Há mais de uma década, fiz essa mesma proposta para a então senadora Marina Silva e o Toinho Alves. Disse que aquele (esse) governo era (é) um destrate, uma coisa muito ruim para o povo acreano. Eles não me ouviram e hoje pagam o preço pela covardia. Cadê Toinho? Por que Marina tem tanto desprestígio com a sua gente? Aqui está a resposta: eles não se desvencilharam desse atual projeto de poder, que é comandado pelos os irmãos Viana.

Nove de cada dez brasileiros dizem que política é coisa de bandido. Neste momento de descrédito das instituições e da classe política, a senhora, que tem uma história ligada às lutas populares, está de que lado? Ou melhor, vai ficar de que lado? Sinceramente, não sei qual será o seu discurso, caso seja candidata a algum cargo majoritário.

Serei mais objetivo: com que moral a senhora vai pedir o voto dos acreanos, estando no mesmo palanque do G-7? O que senhora vai propor para os jovens desempregados, que estão sendo tragados pelo consumo e tráfico de drogas? O que a senhora vai dizer para os pequenos agricultores, que foram perseguidos e massacrados por esse governo facínora? O que a senhora vai propor para tirar a economia acreana dessa situação de penúria? A senhora vai sair em defesa de algumas poucas instituições que o PT tanto ataca?

O escritor Gabriel Garcia Marquez diz que os seres humanos se tornam iguais quando se entreolham.  Não sei, minha cara, como irás fazer isso. Quero-lhe fazer mais uma pergunta: para que serve a política? Difícil resposta, né deputada? É não. A política é apenas para retornar aquilo que é das pessoas. Surgiu da necessidade de dialogar e de equacionar interesses.

Para participar dela, no entanto, é preciso ter grandeza, espírito público e causas para defender na sociedade. É uma arte e vocação feitas para homens e mulheres grandes. É uma atividade nobre para expor e debater ideias. A imensa maioria dos políticos não defende a coletividade. Daí a frustração e indignação da população.

Tribuna do Juruá – Jorge Natal

Compartilhe

    Comentários:

    1. Antônio disse:

      com que moral a senhora vai pedir o voto dos acreanos? Vou Manda ela (Perpetua Almeida) pergunta ao Flaviano Melo e ao seu Vagner Sales, eles devem saber muito bem essa resposta! Com que cara e moral o senhor Dep. Flaviano Melo voltou a pedi votos, e com que cara o então Pref. Vagner Sales saiu nas ruas de CZS para pedi votos? já que o mesmo foi CONDENADO por peculato! (crime de desvio de dinheiro público)

    2. LEIDY disse:

      já e tempo de mudar, essas criaturas que nada faz só enche o bolso a cada dia enquanto que os mais necessitados sofrem a miséria total.

    3. LEIDY disse:

      Gostaria de ver nosso acre crescer independente de partido, não queria ver tanta miséria. Enquanto não houver uma distribuição de renda digna não haverá vida digna para as pessoas menos favorecida. É, esses menos favorecidos quem lava esses corruptos ao poder.
      Só lamento mas vai continuar assim.

    4. LEIDY disse:

      O que eles vazem???????????

    5. erivaldo mota disse:

      Bela reportagem. Acorda Acre não deixa o PT te destruir.

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS