Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Publicado em 3 de maio de 2016

Usuário de entorpecente é morto a facadas

Edvaldo de Souza AmaralO Crime aconteceu neste domingo (01) no Bairro da Lagoa, em Cruzeiro do Sul. Depois de ser esfaqueado com vários golpes, o corpo do dependente químico, Edvaldo de Souza Amaral, 32, foi jogado dentro de um igarapé. A polícia já tem nome do suspeito, mas ainda investiga para prender o autor do homicídio.

De acordo com duas testemunhas, que também são usuários de drogas, o autor do  assassinato é Alan Cristian da Silva Lopes, 33. O mesmo teria convidado a vítima e os dois que presenciaram o crime para consumir entorpecente em uma casa abandonada  no bairro da Lagoa. Ao chegar ao local, Edvaldo foi surpreendido com os golpes de faca.

“Ele disse, esse que matou o rapaz eu estou em condicional e esse cara aí vacilou comigo e quando chegar lá eu vou cobrar o vacilo dele. Eu pensei que ele ia dá tapa. Cheguei lá ainda paguei três reais para interar o negócio e fomos lá fumar. Estava tudo pardo e quando eu pensava que ele tava acordando o cara ele já tava furando” –contou, Raimundo Ribeiro Nascimento, 27.

De acordo com o depoimento das testemunhas, após desferir pelo menos 13 facadas, Alan ainda teria atingido a cabeça da vítima com uma barra de ferro. Os dois colegas de Edvaldo tiveram que deixar o local sob ameaças e acionaram a polícia.

Os policiais militares que foram ao local encontraram muito sangue no interior da casa e o corpo de Edvaldo tinha sido arrastado para o Igarapé Boulevard. Alan tomou rumo, até agora, ignorado e polícia continua investigando para efetuar sua prisão.

Tribuna do Juruá – Mazinho Rogério

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS