Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Publicado em 25 de maio de 2011

Homem confessa ter matado tio e jogado corpo em Igarapé

Polícia Civil de Cruzeiro do Sul investigava desaparecimento de trabalhador rural há quase um mês. No último final de semana, suspeito confessou o crime e mostrou cadáver ocultado em igarapé.

O trabalho de investigação foi realizado pelos agentes Emilson Rodrigues e Alfredo dos Santos da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa- DHPP, da Polícia Civil de Cruzeiro do Sul. A vítima João Alberto da Silva, 48 anos, havia desaparecido a cerca de 50 dias, da comunidade onde morava no Rio Campinas, final do Ramal 2, ligado à BR-364.

A polícia tomou conhecimento do fato, cerca de 30 dias após o desaparecimento. Sem pistas concretas, várias pessoas da família foram ouvidas. No último sábado, um morador do local a quem o acusado tinha lhe confiado o segredo, abriu o jogo com os policiais.

Interrogado, Edenilson da Silva Conceição, 32 anos, confessou a autoria do crime praticado contra o próprio tio. Ele contou que armado de espingarda, passava na pequena casa onde a vítima morava bem afastada do resto da comunidade, quando houve uma discussão. O tio dele teria entrado em casa e também empunhado uma espingarda, ao se agachar para juntar o boné que havia caído, o acusado narra que disparou com sua arma acertando o crânio da vítima.

Em depoimento, Edenilson revelou que escondeu os pertences da vítima, entre eles, uma espingarda e um facão, em seguida carregou o corpo e jogou em um pequeno igarapé. O cadáver foi removido ao Instituto Médico Legal de Cruzeiro do Sul, onde foi submetido à necropsia. A polícia trabalhava para pedir a prisão preventiva do acusado.

www.tribunadojurua.com – Genival Moura

Compartilhe

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS