Cruzeiro do Sul - Acre, sábado, 22 de setembro de 2018

Publicado em 2 de março de 2015

Após bate-boca, comerciante de Brasileia registra BO contra Sebastião Viana

Sebastião confusãoO presidente da Associação Comercial de Brasileia, Joaquim Lira, registrou no dia 27 de fevereiro, um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra governador do Acre, Sebastião Viana (PT), por causa de uma confusão ocorrida durante a visita do Ministério da Integração Nacional, Gilberto Occhi, ao munícipio.

Bate_05Apesar dos esforços do governador em atender os desabrigados, durante uma reunião dos deputados do programa Aleac Solidária, com o prefeito Everaldo Gomes (PMDB), Joaquim Lira acusou Viana de não cumprir com a palavra de isentar os comerciante atingidos pela alagação de 2012, da cobrança de ICMS.

Lira afirma que foi abordado por Sebastião Viana, quando fazia a limpeza de seu comércio, após o nível da água baixar em Brasileia. “O governador me chamou de mentiroso por diversas porque eu questionei que o governo não tinha concedido a isenção de ICMS e ainda estava acionando os comerciantes na Justiça”, diz Lira.

Segundo o Boletim de Ocorrência, o denunciante informou que Viana apertou sua mão e disse que ele “não poderia ter feito tal comentário, pois tinha proferido mentiras, e que tal feito era coisa de moleque”. Lira informou ainda que os seguranças do governo o teriam segurado, mesmo em ele esboçar reação.

Joaquim Lira diz que pode provar que Viana não isentou os comerciantes, conforme prometeu. Em reunião realizada em março de 2014, o governador disse que a isenção para ajudar os comerciantes a recuperar os prejuízos, só poderia ser concedida com autorização do TRE, já que era ano eleitoral.

Ray Melo, da editoria de política de ac24horas

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS