Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Publicado em 28 de julho de 2016

Corpo de bombeiros combate incêndio em área indígena de Mâncio Lima

incendio mancio 2Equipes do corpo de bombeiros do 4° Batalhão de Cruzeiro do Sul (AC) estão no município de Mâncio Lima, há 40km, realizando o combate a incêndios florestais. Somente no mês de julho já foram registrados 94 focos na região urbana e rural daquele município.

Na manhã desta quarta-feira (27) os trabalhos foram concentrados em pelo menos dois pontos, na Comunidade Guarani, próximo a uma unidade de atendimento à saúde indígena, onde as chamas ameaçavam também residências. Um segundo foco ainda está sendo combatido nas imediações da Comunidade Barão, na terra indígena Puyanawa.

incendio mancio 1Uma equipe de dez brigadistas, da própria comunidade foram treinados e contratados pela prefeitura para ajudar a conter o avanço do fogo nas áreas atingidas.

A situação que gera preocupação das autoridades militares é da terra indígena, lá o fogo ainda se alastra por uma área de cinco hectares de mata fechada, dificultado assim o trabalho dos bombeiros.

De acordo com coronel Araújo, comandante do 4ºBPCIF, ainda não foram identificadas as possíveis causas dos incêndios. Araújo acrescenta que, a maioria dos incidentes são ocasionados pelos próprios moradores.

“Causas humanas estão ligadas diretamente em quase 100% dos focos de incêndios identificados. Aqui não região ainda existe a cultura das pessoas atearem fogo em lixo, terrenos baldios, roçados entre outros. Até mesmo uma pequena sobra de cigarro pode gerar um acidente de grandes proporções. Uma pequena minoria acontece de forma natural, ” explicou.

O comando local dos bombeiros vai disponibilizar de forma permanente uma equipe de militares e equipamentos no local, por um período de 60 dias.

“Isso vai melhorar nosso tempo resposta e garantir que ações de combate sejam executadas com maior rapidez, ” disse.

Uma legislação estadual proíbe esse tipo de ação (queimadas) principalmente na zona rural, no período em que permanece verão.

Até o momento não há registro de pessoas feridas ou danos matérias graves.

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS