Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Publicado em 26 de dezembro de 2013

Prefeito Barbary comemora um ano de avanços em sua administração

zezinho barbaryEm janeiro de 2013 Zezinho Babary assumiu a  prefeitura de Porto Walter mergulhada numa profunda crise, com dívidas que somavam  mais de R$ 9 milhões junto a  Empresa Distribuidora de Energia a Eletrobrás e com o INSS.

Além de receber uma administração marcada por uma profunda crise política, ocasionada por escândalos, que culminou com a prisão do ex-prefeito Neuzari Pinheiro, acusado de distribuir terras da União a familiares.

Na época, Zezinho Barbary clamou a todos, tanto  à oposição quanto de sua base para tentar arrumar a casa.

Há poucos dias de completar um ano de administração, Barbary comemora a  adimplência  do município. “Dos 13 itens que deixam  o município inadimplentes, Porto Walter estava incluído em 09. E agora tenho orgulho de dizer para todos que estamos entre as dez  cidades do estado aptas para receber recursos  federais”, explicou o prefeito.

Zezinho Barbary ressaltou ainda que,  diversas ações estão sendo realizadas para melhorar a vida da população tanto na zona urbana, quanto na zona rural.

ruas porto walterSegundo ele estão sendo  priorizadas algumas áreas como a limpeza da cidade, através de serviços de roçagem e construção de caixas de lixo  sendo distribuídas pelas principais vias do município. O  segundo distrito já recebeu o serviço pela segunda vez somente neste ano.

“Antes a limpeza por aqui era feita de quatro em quatro anos ”, destacou o morador Carlos Alves de Souza. O chefe da Limpeza José Maria Branco, disse que todo serviço esta sendo feito com auxílio de roçadeiras. “Isso nuca tinha acontecido, antes o capim era batido com terçado e  deixado, agora os homens passam a roçadeira e o caminhão vem atrás juntando todo entulho”, disse.

Zona Rural 

açudesNa zona rural os trabalhos estão sendo concentrados na abertura e limpeza de ramais, construção de açudes e pontes para dar agilidade no escoamento na  produção, mesmo no período chuvoso.

“Isso aqui tá ficando uma beleza, há muito tempo que não se via  máquinas trabalhando dentro da Gleba Minas”, relatou a agricultura Francisca Vieira,

porto walterNo Projeto de Assentamento Gleba Minhas  já foram construídos somente este ano 25 açudes e distribuídos e  distribuídos alevinos aos criadores.

“Mesmo não tendo votado na administração atual eu parabenizo o prefeito e sua equipe pelo belíssimo trabalho que eles estão fazendo em tão pouco tempo, levando assistência as pessoas que realmente necessitam”, destacou Francisco Vieira, presidente da Sociedade Agrícola Gleba Minas.

agricultorPara as Comunidades ribeirinhas, já estão alocados 300 mil reais para ampliação  do programa de eletrificação rural, que será utilizado para compra  de grupos geradores. Algumas escolas também serão  reformadas.

Saúde 

Duas Unidades de Saúde estão passando por reforma e ampliação. O município já recebeu dois médicos estrangeiros e mais um foi garantido para atender a zona rural pelo Programa  Mais Médicos  do Governo Federal.

Moradia

familia porto wlterA prefeitura está construindo 11 unidades habitacionais em madeira que são equipadas com rede de água tratada. A construção acontece no bairro da Restinga para atender as famílias que estão em áreas de risco por conta de  alagações.

Seu Francisco Gomes, 65, morador do bairro, conta que no passado tinha que enfrentar 20 minutos a pé na busca de  conseguir encher alguns vasos com a água do Juruá.

“Todos os dias eu agradeço a Deus por que eles olharam para a gente, a minha casinha molhava toda quando chovia, já não sabia o que fazer”, disse o aposentado.

A dona de casa Maria Eugênia de 34 anos, é mãe de 9 filhos e sobrevive da renda do bolsa família. Ela morava em uma casa emprestada pela irmã, segundo ela nunca teve uma moradia.

“Graças a Deus estou realizando meu sonho”, ressaltou.

Esporte e Lazer

quadra porto walterSomente na zona urbana de Porto Walter, estão sendo construídas  duas quadras poliesportivas, uma no bairro da Pista e a outra na rua Bianos dos Santos, para o próximo ano  já está garantida a construção de uma quadra com grama sintética e mais três para  comunidades ribeirinhas e segundo distrito. Uma academia popular está em fase de finalização.

futebol porto walterA prefeitura através da Secretaria de Esporte e Lazer organizou o Campeonato Portowaltense de Futebol que foi vencido pelo Time da Comunidade Portelinha, toda premiação foi entregue no termino da partida.

“Foi um ano difícil, mas, tenho certeza que a pior fazer já passou, conseguimos sanar as dividas do município e o décimo terceiro salário dos servidores já foi pago antecipadamente. Agora e correr em busca de recursos dos  parlamentares, para continuar trabalhando pelo nosso município, concluiu Barabary.

Com informações de Erisney Mesquita do site juruaonline.com.br

Compartilhe

    Comentários:

    1. Da Cruz Dias disse:

      Tudo isso é verdade, mas por que na reportagem nao falam dos avancos em educacao. Gostaria de saber?

    2. Curumin disse:

      Tudo tem seu preço e há aqueles que pagam uma carga grande a custa de outros.
      Na verdade, nossa querida “Porto Walter”, como cresci ouvindo o professor anunciar na “boca-de-ferro”, vêm a cada dia se tornando menos contribuinte para o desenvolvimento cultural, educacional e de boa qualidade de vida para quem ai vivem. É como se tudo corresse aos arredores da prefeitura e ganhasse nela força. Soube de um “zum-zum-zum” e até mesmo vivenciei o que vou dizer estes últimos dias. A saber: que não se pode consultar por conta do estado e receber medicamentos pela prefeitura – posto de saúde. Isso porque o “hospital da família é de administração estadual – ou algo parecido – e o posto de saúde de administração municipal. A VERDADE É QUE NÃO ADIANTA CIDADE LIMPA SE ATÉ MESMO O DÉCIMO DOS PROFESSORES TEM QUE SER PARCELADO.
      Outra coisa dentre tantas que me chama muito a atenção na nossa “querida Porto Walter”, é o sindicato dos professores, que ao invés de garantir os direitos dos mesmos, que já concluíram suas graduações – ensino superior – a mais de dois anos, ainda continuam recebendo como professores de magistério. Tenho uma leve impressão de que este núcleo sindical, também bebe da grande torneira municipal e por isso cala-se. Seria como cantar com Chico: “Pai, afasta de mim este “CÁLICE””… De forma suave e quase sem sentir, meus queridos conterrâneos, vivem uma… acho que poderia chamar de :”ditadura anestésica” ou algo parecido. Enfim, não devemos olhar somente para o bonito que fica a cidade, mas também para o seu ointerior e a vida de cada cidadão que ai vivem.

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS