Cruzeiro do Sul - Acre, terça-feira, 13 de novembro de 2018

Publicado em 20 de julho de 2011

Polícia Civil prende acusado de abusar da própria filha

Exame de conjunção carnal, no Instituto Médico Legal, comprovou crime contra adolescente.

O colono Jacinto Souza da Silva, 36, acusado de molestar a própria filha, menor de 14 anos, foi preso na última segunda-feira, 18, no município de Epitaciolândia (240 quilômetros da capital), na fronteira com a Bolívia.

Na ocasião da abordagem policial, o suspeito tinha a posse de duas espingardas de caça calibres 20 e 28, sem registro. Jacinto Silva foi surpreendido, na noite de segunda-feira, em casa, na Colônia Baixa Verde, Ramal do Prata. Ele foi flagranteado por posse irregular de arma de fogo, porém as declarações da vítima na delegacia revelam que os abusos ocorreram várias vezes, mediante ameaças de morte e o teria sido consumado pela primeira vez em janeiro de 2011.

O exame de conjunção carnal, feito no Instituto Médico Legal (IML), comprovou a versão da vítima, que também sustentou na delegacia que vinha sendo molestada há mais de um ano, quando Jacinto Silva (pai da garota) começou a apalpá-la e proferir ameaças de morte caso contasse de suas taras a familiares ou a polícia.

Ainda na segunda-feira o delegado Sérgio Lopes, ingressou com a representação de prisão preventiva do suposto estuprador.     PC aperta cerco contra pedófilo Com a intensificação da repreensão a criminalidade o Governo do Estado através da Polícia Civil tem sido implacável, sobretudo, no combate ao abuso e à exploração sexual de criança e adolescente, com ações cada vez mais intensas acontecendo ordenadamente na capital e interior.

A prisão de Jacinto Silva foi resultado de mais uma dessas ações e demandou empenho e dedicação dos policiais que se deslocaram até a zona rural de Epitaciolândia, em um local de difícil acesso. Em depoimento a vítima contou detalhes dos momentos de terror sofridos nas mãos do próprio pai.

Segundo a menor na madrugada de domingo, 17, Jacinto a obrigou acompanhá-lo até a casa de um vizinho, no trajeto, mediante ameaça de morte, ele abusou da filha por várias horas. Num momento de descuido do agressor a menor conseguiu fugir buscando socorro em uma escola onde estavam algumas pessoas, entre elas a professora da menor e um policial civil. Levada a delegacia, a vítima revelou à autoridade policial as agressões sofridas.

Em um dos relatos a menor conta que a pouco mais de um ano o pai começou assediá-la e constantemente era espionada enquanto trocava de roupa. Preso, Jacinto Silva negou a autoria do crime e disse que no domingo excedeu na bebida alcoólica e não lembra o que aconteceu. Ele foi encaminhado ao presídio estadual Francisco Conde onde aguardará o pronunciamento da Justiça.

Pedro Paulo da Assessoria da Polícia Civil

Compartilhe

    Comentários:

    1. s.texeira disse:

      isso nao e um pai e um monstro que tem coragem de manter relação com a própria filha toma vergonha na cara seu monstro tem tanta mulher no mundo procura uma nao querer usa sua própria filha. a gora tu vai saber ador que tua filha passou com os preso na tua cacunda bandido estuprador safado tu vai ser estuprado sem caridade seu monstro. e isso air seu delegado bota pra valer encima desses canalha desses monstro que diz ser pai desse o cacete com força parabéns seu delegado e sua equipe trabalharam muito bem

    2. damy disse:

      não me cabe julgar esse homem,pois DEUS sabe todas as coisas..o ki ele fez não é certo …a policia tá de parabéns

    3. biraczs disse:

      que beleza vai virar mulher dos presidirios.

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS