Cruzeiro do Sul - Acre, sábado, 19 de janeiro de 2019

Publicado em 18 de outubro de 2018

Judiciário Acreano promove atividades para conscientização de magistrados e servidores sobre prevenção ao câncer de mama

As atividades em alusão ao Outubro Rosa, por parte do Tribunal de Justiça do Acre, para reforçar a necessidade de prevenção e luta contra o câncer de mama, foram abertas, nesta terça-feira (16). Todos os anos o Poder Judiciário Acreano apoia a causa e, neste ano, inovou com o lançamento da campanha para arrecadação de lenços às pacientes em tratamento da doença.

O evento teve, ainda, participação do médico mastologista Sidney Rogério Alves de Oliveira, que explicou sobre a importância da prevenção e abordou sobre sintomas, história da família acometida da doença, métodos diagnósticos, entre outros pontos. O médico também destacou o câncer de mama em homens, pois, embora raro, a doença também atinge pessoas do sexo masculino.

“De 58 mil casos de câncer de mama no Brasil, 12 mil pacientes morreram e, desses 12 mil, 820 eram homens. No homem a doença apresenta logo os sintomas, nas mulheres é diferente, por isso, é necessário que toda mulher procure realizar os exames e se previna. Caso a doença seja diagnosticada em fase assintomática, ou seja, quando a mulher não está sentindo nada e a doença ainda está em fase inicial, a possibilidade de cura é maior”, disse.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) estimam-se 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil mulheres. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer também é o primeiro mais frequente nas mulheres das Regiões Sul (73,07/100 mil), Sudeste (69,50/100 mil), Centro-Oeste (51,96/100 mil) e Nordeste (40,36/100 mil). Na Região Norte, é o segundo tumor mais incidente (19,21/100 mil).

“Queremos alertar a sociedade sobre a importância da prevenção”, diz desembargadora-presidente

A presidente do TJAC, desembargadora Denise Bonfim, ressaltou que as atividades do Outubro Rosa visam alertar a sociedade em geral sobre a importância da prevenção, e que a programação interna para magistrados e servidores tem a finalidade de ajudar na qualidade de vida.

“Além da conscientização é preciso ter atitude de realizar o exame. A prevenção ainda é a melhor solução. Essa abertura tem o objetivo de fazer com que todas as mulheres se conscientizem para os cuidados devidos”, disse.

Arrecadação de lenços

A corregedora-geral da Justiça, desembargadora Waldirene Cordeiro, salientou o engajamento, por parte do TJAC, na campanha do Outubro Rosa e abriu a campanha para arrecadação de lenços para serem doados às pacientes em tratamento de câncer.

“É um ato simbólico. Muitas mulheres em tratamento, quando começam a queda de cabelo, não têm condições de comprar um lenço. Queremos incentivar a autoestima, pois sabemos que o processo de cura é doloroso”, salientou.

Os interessados em participar dessa atividade específica podem deixar as doações, até sexta-feira (19), na Comunicação Social do TJAC, ou indicar o setor para a equipe ir buscar.

Entre as atividades do Outubro Rosa no TJAC estão a realização de exames de mamografia, em parceria com Centro de Controle Oncológico do Acre (Cecon); realização de testes rápidos e PCCU, no Centro Médico do Poder Judiciário Acreano.

O prédio-sede do TJAC passou a ser iluminado, na parte externa, de cor rosa e no site institucional também foi colocado o laço indicando o apoio à campanha de prevenção ao câncer de mama.

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS