Cruzeiro do Sul - Acre, segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Publicado em 14 de agosto de 2011

Em Rio Branco soldado do Exército sofre acidente em treinamento e morre

Família do soldado Alisson Rainey diz que vai acionar o comando do 4º Bis na Justiça para saber o que teria provocado a morte de Alisson.

A morte do soldado Alisson Rainey Andrade da Silva, 19 anos, que prestava serviço ao 4º Bis (Batalhão de Infantaria e Selva), ainda é um mistério, familiares do jovem exigem uma explicação do Comando do 4º Bis e da Secretaria de Saúde do Estado.

A cerca de 15 dias, o soldado foi vítima de um acidente quando participava de um treinamento de combate a incêndios no Corpo de Bombeiros.

A vítima que morreu na tarde de domingo, 14, no Pronto Socorro de Rio Branco, teria sofrido um acidente quando a mangueira de alta pressão estourou e arremessou o soldado à cerca de 3 metros de distância.

Após esse acidente, o jovem passou a sentir dores de cabeça, no corpo, dificuldade de respirar e diarréia.

Ele teria sido atendido pelos médicos do Quartel, onde fez exames de sangue e urina e foi medicado.

Mesmo após a medicação, os sintomas permaneceram e o soldado foi levado na Unidade de Pronto Atendimento – UPA do 2º Distrito, lá recebeu nova medicação, em seguida foi levado para o Quartel do 4º Bis, onde seu quadro de saúde piorou e foi então encaminhado ao Pronto Socorro de Rio Branco, onde morreu no domingo, 14.

O laudo médico do Pronto Socorro apresentou como indeterminada a causa da morte do soldado, o que levantaram suspeitas dos familiares que alegam que o jovem não foi submetido a exames complementares e que na UPA o médico teria afirmado que o rapaz estaria acometido de uma pneumonia, porém segundo a família não teria sido realizado exame para constatar a doença.

Após a morte do soldado, os familiares buscaram explicações dos médicos e do Comando do 4º Bis, como não obtiveram uma resposta esclarecedora, a família constituiu advogado que ingressou com um pedido de exumação do corpo do soldado para exame cadavérico a fim de detectar a causa real da morte do jovem.

Soldado_2

“Nem os médicos do Quartel, UPA e Pronto Socorro realizaram exames complementares que detectassem do que realmente o rapaz estaria sofrendo. A única coisa que sabemos, é que os sintomas iniciaram após ele ter sofrido esse acidente, quando participava de um treinamento.

Queremos saber o que realmente aconteceu e principalmente o que ocasionou a morte” disse um parente da vítima.

Soldado_4

O comandante geral do 4º Bis, Coronel Danilo que esteve no velório do soldado confirmou a informação sobre o acidente durante o treinamento e afirmou que o Comando também deseja saber a causa real da morte do soldado.

“Após o acidente ele procurou o médico do Quartel onde se queixou de dores de cabeça, foi submetido a exames e medicado, em seguida seu quadro de saúde piorou e todas as providências foram tomadas pelo Quartel. Contou o Coronel Danilo.

“É bastante chocante que um jovem saudável tenha adquirido uma doença que o levou a morte, também queremos uma explicação” afirmou o comandante.

Lenilda Cavalcante do Jornal Agazeta

Compartilhe

    Comentários:

    1. BARTON disse:

      QUE DEUS a tenha em um bom lugar, acidentes acontesse mas os familiarea exigem explicaçães, porque muitas vezes sabemos de que existe falha médicas achando que o sd está aconchanbrando.

    2. EDE disse:

      SERA Q ELE NÃO BATEU A CABEÇA E NÃO FIZERAM UMA TUMOGRAFIA NA CABEÇA DO RAPAZ, EU JA TIVE ESSE PROBLEMA CONSEQUENCIA DE UMA QUEDA DE MOTO E FOI DETECTATO UM COAGULO CEREBRAL TIVE Q OPERA A CABEÇA, E SO ESPERA OS RESULTADOS DOS EXAMES PARA VER REALMENTE O Q ACONTECEU.

    3. Wellington disse:

      Mais um guerreiro que se foi… força para a família do rapaz!

    4. RESEVISTA DE 1 CATEGORIA CLASE D disse:

      AQUI FICA MEUS VOTOS DE PESSOS PARA ESSA FAMILIA E TABEM PEDINDO UM POUCO DE PACIENCIA PARA QUE SEJA ESCLARECIDO DE QUE CAUSOU REALMENTE A MORTE DO SOLDADO PORQUR TUDO SERA EXCLARECIDO COM AMPLO ENTENDIMENTO TANTO PARA FAMILIA QUANTO PARA OS DEMAS POS ESSA INSTITUIÇA E UMA COISA BASTANTE SERIA POS FALO COM ESPERIENCIAS PROPRIAS POS TAMBEM JA ESTIVE LA

    5. Matias disse:

      Mas um misterio. Nos seres humanos que ainda estamos vivos temos que dar graças a Deus por mas um folego de vida por que depender do SUS no acre e espera a morte chegar ‘tenho certesa conhecendo o regime do quartel que todos sabem como que e eles pessaram que o rapaz estaria fazendo drama. Talves por isto nao fizeram uma tomografia ou USG ubdminal total para ser diagnosticada pociveis danos internos comum em pancadas de pequeno porte.

    6. Marcos Aurélio Pontes Medina disse:

      Eu marcos aurelio, soldado do 7 bec e amigo de infancia do rainey,A vó dele(Dona Maria) e eu levamos ele pra upa do tucumã quinta-feira os medicos detectaram 39,6 de febre,medicaram apenas dipirona e repouso,sexta ele deu uma melhora ate chegar anoite.ele piorou sabado anoite ele me ligou pedindo para leva-lo ao hospital no domingo de manhã cedo,domingo 14 de agosto de 2011 às 06:15 aproximadamente a Vó dele e eu levamos ele para o 4 bis,chegando la tinha só um soldado .o ten Guido Vilhamor estava de sobreaviso,foi acionado por telefone o mesmo perguntou o que o rainey estava sentindo,após ter um breve diagnostico por telefone o ten deu ordem ao soldado para que aplicasse plasil ao militar rainey. após 15 mim aproximadamente o ten chegou ao posto medico do 4 bis,novamente diagnosticou o rainey passou para ele tomar um antibiotico,após isso o ten pediu para mim leva-lo imediatamente ao pronto socorro de rio branco onde assim fiz,ao chegar lá o ten recebeu ele na emergencia,entubaram ele foi ate onde vi..após alguns minutos 40 mim aproximadamente o ten veio falar comigo primeiro disse ten guido vilhamor: “ele esta em estado grave,teve uma parada cardiaca ,conseguimos reanimar ele apos 5 mim,a principio ele esta com pneumonia grave ou uma infecção ,o estado dele e grave”.após algumas horas tava demorando pra darem noticia do rainey ai por impulso fui me informar ,entrei na sala onde o rainey estava e recebi a pior noticia de minha vida,o rainey faleceu.appós ter dado o óbto se negaram a fazer a autópsia, sendo assim miinha mãe a sr. Estanlia FOI ATÉ A DELEGACIA E FEZ O Boletim de ocorrencia obrigando eles a fazer a autópsia,na segunda feira a tarde fizeram.e terça feira foi o enterro onde eu estava presente.Isso foi o ocorrido.Soldado Medina amigo de infâcia.

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS