Cruzeiro do Sul - Acre, terça-feira, 25 de setembro de 2018

Publicado em 4 de abril de 2014

Cumprimento de normas de segurança nos presídios vai gerar caos

presídio Manoel MeryA partir das 06 horas da manhã de sexta feira 04, Agentes Penitenciários passam a cumprir normas que podem inviabilizar o trabalho nos presídios de todo o Estado. Segundo o Vice Presidente Estadual do SINDAP-AC (Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre), Dalvanir Batista, a categoria não está se rebelando, fazendo greve ou paralização, apenas vão cumprir normas estabelecidas pelos órgãos que controlam o Sistema de Segurança no país.
O sindicalista alega que a categoria está trabalhando no limite do aceitável, sem condições dignas para eles e para os presos. Colocando em risco a segurança de toda a sociedade.
Pela lógica do Sistema Prisional, o agente penitenciário representa na prática os braços da justiça e as mãos que protegem herói anônimo e guardião da sociedade acreana. Sem o trabalho do agente penitenciário não existe prisão, justiça e muito menos segurança aos próprios presos e a sociedade em geral. Serviços de assistência Jurídica, médica, social, psicológica e religiosa, não podem ser prestados sem a presença do agente penitenciário. O respeito ao preso enquanto ser humano passa necessariamente pelo reconhecimento e valorização destes servidores públicos.
Acontece que no acre estes profissionais vêm trabalhando com várias carências entre elas destacam-se:
– Falta de efetivo, Falta de equipamentos de segurança, equipamentos de comunicação, viaturas sucateadas, ambulância sem condições de uso, Falta de fardamento etc.
sindicato iapenSegundo o líder sindical, em Cruzeiro do Sul existem cerca de 550 homens presos e apenas 120 agentes. Já no presídio feminino existem 48 mulheres reclusas para 19 agentes, o que inviabiliza uma boa execução da função de agentes. Para se ter um exemplo, a norma é um preso para escoltar 01 detento.
Caso o IAPEN (instituto de Administração Penitenciária do Acre) não atente para que o sistema seja mais bem equipado é possível que o caus se instale nos presídios, criando problemas que podem afetar a rotina diária. Visita a presos, condução para audiências e assistência médica podem ser prejudicados.
Na capital do estado o SINDAP-AC, propôs a Mesa Diretora da ALEAC à criação CPI para investigar o sistema prisional, alegando várias carências e inclusive denunciando que 500 kg de drogas entram nos presídios.
Tribuna do Juruá – Adelcimar Carvalho
Compartilhe

    Comentários:

    1. cruzeirense disse:

      Poxa… Fiquei impressionado como o agente penitenciario é importante para a sociedade… sem ele quase todos os trabalhos da justia iria parar… mas fico adimirado que até poucos anos atrás não existia essa classe no estado e tudo funcionava normalmente e nada nunca parou. É uma classe nova que se tornou tão importante tão rapido. Acho mesmo é que o meu amigo ai que era candidato a vereador pelo partido do Vagner e não ganhou tá querendo achar outra forma de aparecer, meu irmão se você não está satisfeito estude e mude de profissão tem varios concursos abertos ai. Não tem nenhum lugar nesse Brasil que as coisas são perfeitas porque só no presidio Manoel Neri que vai ser…

    2. Sargento disse:

      Vão Trabalhar rapa o Estado não tem dinheiro pra ter um sistema isional igual ao da Inglaterra não, vcs deveriam dar graças a Deus não estarem trabalhando no sol quente, e se não fosse este governo vcs estariam era pior, pois agora no governo do PT os direitos humanos estão mais do que nunca fortalecidos.

    3. EU MEREÇO!!! disse:

      Em primeiro lugar (não consegui me controlar), só uma correção gramatical: CAOS se escreve com “O” e não com “U”.
      Em segundo lugar, senhor ou senhora CRUZEIRENSE: A classe não existia, como você diz, mas alguém executava o serviço que hoje eles executam, ou não? Até então, os presos eram protegidos, escoltados, assistidos (…) por quem? Ninguém? Outra coisa: quer dizer que agora quem está insatisfeito com seu trabalho deve mudar de profissão? (Aí,sim, o caos estará instalado, porque de insatisfeito com seu trabalho o mundo está cheio!) Ninguém mais deve lutar por melhorias em sua categoria? Então, baixa uma lei para extinguir os sindicatos todos! Que eu saiba,o líder de um sindicato é eleito para, dentre outras coisas, lutar por melhores condições de trabalho de sua categoria e não para puxar o saco do governo. Baixe essa lei, querido(a), pelo menos nós, trabalhadores, economizaremos um bom dinheiro com a não arrecadação anual do sindicato nacional. Mudar de profissão não resolve o problema dos agentes, porque outros o serão, o que resolve o problema é o enfrentamento, a luta, que parece que é coisa que você nem sabe o que significa.
      Em terceiro e último lugar, senhor SARGENTO: Vá trabalhar você, para ver se enriquece nosso “miserável estado”, assim sobrará dinheiro para o governo bonzinho do PT gastar com mais propaganda e enganar outra porção de babacas feito você! Direitos humanos fortalecidos? Onde? Para quem? Ou por acaso o agente penitenciário não é humano? Se você quis dizer “Direito dos ‘manos'”, aí eu concordo com você! Os ‘manos’ estão cada vez mais cheios de direitos! É cada uma!!!

    4. R Souza disse:

      É por isso que esse país é uma merda por causa de analfabetos como vocês dois. Não sabem lutar por seus direitos. Bando de alienado, boca aberta, puxa de político. Os políticos tão com o bolso cheio, e vcs tão np mìnimo roçando quintal, bando de zé ruela.

    5. Andé avelino disse:

      Onçã objetivo dessa mensagem: colaborar no planejamento de soluções que atenda as reais necessidades da segurança no Brasil. Li com atensao a opiinião escrita dos amigos sobre o assunto. Palavra de honra prioridade para o setor, Investir nos seres humanos causa de todas as coisas que veio a existir, sobre seu dominio, A politica é feita com toda a população que somos nós. o que digo pode ser aprimorado por outro que queira melhorar pois a vida é dinâmica. Cumprir normas em qualquer instituição não é facil imagine no setor segurança nos presidios e para a sociedade civil. Nós todos profissionais trabalhamos mais e melhor quando temos nossas necessidades básicas atendidas e o meio em que estamos inseridos propicio para o pleno desenvolvimento do caráter que indicará o caminho do bem

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS