Cruzeiro do Sul - Acre, segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Publicado em 17 de julho de 2011

Câncer de mama é o que mais mata no Acre

Estudo realizado em Rio Branco revelou os tipos de câncer que mais matam na capital. Nas mulheres são o de mama e colo do útero.

Já nos homens os mais comuns são o de próstata e o de pulmão. Atualmente, o Hospital do Câncer do Acre atende a 3.250 pacientes e é referência no atendimento da doença na Região Norte.

De acordo com diretor clínico do Hospital do Câncer do Acre, Antonio Vendette, os índices atuais chegam a 30% para o de colo de útero e 27% o de próstata. “No período analisado pelo estudo, o Hospital do Câncer ainda não funcionava, estamos trabalhando desde julho de 2007. Antes disso, os pacientes diagnosticados com câncer eram mandados para Porto Velho, Goiânia ou São Paulo, através do Tratamento Fora de Domicílios (TFD)”.

O diretor ressaltou que atualmente 98% dos pacientes com a doença são atendidos pelo Sistema Único de Saúde, através do Hospital do Câncer.

Câncer de Mama

De acordo o diretor do Hospital do Câncer, que também é oncologista, o câncer de mama tem atingido mulheres cada vez mais novas. Uma jovem acreana com 19 anos foi diagnosticada com a doença, durante a gravidez, explicou Vendette.

A faixa etária em que o câncer era mais comum era a de 50 anos, mas nos últimos tempos, a doença está atingindo mulheres de todas as idades. No Hospital são atendidas mais ou menos 500 mulheres.

“Algumas fazem quimioterapia, outras já superaram a doença, mesmo assim é necessário ter um controle da saúde dessas mulheres”, ressaltou Vendette.

Câncer de próstata

Esse é o mais frequente entre os homens e com maior número de óbito na urologia. Embora tratável e curável se o diagnóstico for precoce, a taxa de mortalidade por câncer de próstata aumentou 120% em 27 anos. Outra pesquisa indica que um em cada seis homens no Brasil terá a doença. O acompanhamento médico a partir dos 40 anos reduz em 90% as chances de mortalidade.

Segundo o especialista em saúde masculina, Fernando Assis, o câncer afeta 10% do total de casos de câncer, nas regiões Norte e Nordeste.

Mamógrafos

A Secretaria Estadual de Saúde informou que as instalações elétricas e do no break para o funcionamento dos três mamógrafos que estavam lacrados devem ser concluídas na próxima sexta-feira. Os equipamentos foram descobertos após a auditoria do Sistema Único de Saúde, no final do mês passado.

Após a conclusão dessa etapa, os técnicos da empresa do mamógrafo farão os testes para instalação do equipamento. A Sesacre informou que os aparelhos estavam lacrados porque seriam utilizados no prédio novo do Cecon, mas que devido à grande demanda, as adaptações estão sendo feitas no atual endereço.

Além disso, a Sesacre informou que os atendimentos não foram interrompidos no Cecon. E através do recurso do banco mundial chegará mais um mamógrafo que será destinado para o Juruá.

Fonte –  Jornal A Tribuna (Bruna Lopes)

Compartilhe

    Comentários:

    1. os equipamentos foram descobertos? disse:

      na clinica de quem?

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS