Cruzeiro do Sul - Acre, sábado, 22 de setembro de 2018

Publicado em 20 de março de 2014

Ufac e Apadeq certificam internos no Projeto “Práticas de Leitura e Escrita”

apadeqOs acadêmicos do 8º Período da Turma de Espanhol da Universidade Federal do Acre (Ufac) finalizaram nesta quarta-feira (19) o Projeto “Práticas de Leitura e Escrita” desenvolvido em parceria com Associação de Pais e Amigos dos Dependentes Químicos (Apadeq) por quase dois meses.

teatro apadeqO Projeto de Extensão, coordenado pela professora mestre Simone Cordeiro, contou com a participação primordial dos acadêmicos, que ofereceram aos internos conhecimentos voltados para área de escrita e leitura, através de atividades diferenciadas.

teatroNa culminância do Projeto os acadêmicos apresentaram recitais, poemas, músicas, e ainda uma peça teatral voltada para motivar a auto-estima das pessoas, mostrando o valor que cada uma tem, independente das condições expostas. No teatro os acadêmicos contaram a história de uma turma de ratos, que em um primeiro momento são ameaçados por um leão, mas acabam escapando. Em seguida o leão é capturado por um caçador, mas os ratos o salvam, roendo a rede em que o felino estava preso.

apadeq e ufacApós a apresentação foi realizada uma solenidade no auditório da Apadeq. Através de louvores e adoração os internos conseguiram emocionar os presentes.  Durante a atividade foi realizada a entrega dos diplomas, além de premiação para as melhores redações desenvolvidas durante o curso. As pessoas que participaram da solenidade manifestaram sua emoção pela instituição.

louvor apadeq“A Apadeq hoje representa um marco historio para Cruzeiro do Sul. A Apadeq nasceu de uma associação de pessoas abnegadas, tendo pela frente o Branco, que hoje é uma grande pessoa dentro de tudo isso aqui. A Apadeq representa um suporte para sociedade cruzeirense, por que aqui tem sido recuperadas diversas pessoas que não tem condições financeiras para custear esse tratamento, e aqui isso é oferecido de graça. E hoje a Apadeq é referencia nacional”, relatou o advogado José Walter Martins, um dos parceiros da Apadeq desde a sua fundação.

premiação redaçãoRepresentando a Câmara de Vereadores, o parlamentar Mauri Barboza,o Sinhor, esteve presente na solenidade e falou da emoção em fazer também parte dos trabalhos da instituição desde sua fundação.

“Eu sou parceiro da Apadeq desde o início. Eu me sinto feliz em ver o trabalho que ela vem fazendo de recuperar vidas, recuperar pessoas, e colocá-las de volta ao seio da sociedade e da família. Eu também sou grato a Apadeq pelo trabalho que eles vem fazendo de recuperar vidas, pois dessa forma toda sociedade cruzeirense colhe esses frutos”, falou.

branco diretor ufacO diretor da editora da Universidade Federal do Acre, Gilson Mesquita, que também representou o reitor da Ufac, presenteou os internos com livros recém lançados pela instituição educacional.

“A extensão é uma das formas que a universidade encontrou de se aproximar da sociedade. Os projetos de extensão têm um valor muito grande por que fazem com que cada pessoa se sinta como parte da Universidade, no momento que a universidade leva ações para ela. Essa ação da Apadeq é uma ação muito bela, pois está envolvendo educação, escrita, e um conjunto de ações que vão dar suporte, não só teórico, como também emocional”, disse.

O presidente da Apadeq, Raimundo Felício, o Branco, agradeceu a parceria da Ufac para o desenvolvimento dos projetos educacionais na instituição.

“Nós analisamos os três fatores primordiais para recuperação do dependente químico. O projeto da Apadeq é um projeto que visa incluir na sociedade as pessoas que vivem em baixa, média e alta complexidade de vulnerabilidade social. E nada melhor para ter um povo em paz, um povo saudável, do que o povo educado. A educação ela consegue envolver a cada um dos nossos pacientes, chegando a ter uma disponibilidade de uma nova visão, um novo horizonte de vida no cotidiano de cada um dos pacientes. Eles se sentem bem quando são tratados como cidadãos, e o cidadão se dá a partir da educação. O princípio da cidadania, o direito de ir e de vir, o respeito às pessoas, e os valores morais, tudo isso é reflexo de um povo educado.  O dependente químico tem que ser tratado em todos os fatores, psicológico, quadro emocional, medicamentoso, mas sobre tudo educacional, e a Ufac traz para nós um projeto de maior envergadura, uma parceria que já acontece desde 2009, tudo no sentido educacional, e hoje nós formamos a 1ª Turma de 2014, e já temos a previsão de um novo projeto que começa em abril de 2014, e esses que estão se formando agora se tornarão multiplicadores de novas turmas que estão por vir na Apadeq”, disse ele, finalizando seu discurso agradecendo além da Ufac à parceria das empresas privadas como Supermercado Cameli, Cruzeiro MotoCenter Yamaha, Fermaquinas e Construacre, que sempre estiveram juntos com a instituição através de uma permanente parceria.

Tribuna do Juruá – Vanísia Nery

Compartilhe

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS