Cruzeiro do Sul - Acre, quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Publicado em 28 de setembro de 2013

Seminário de Educação Inclusiva envolve mais de 130 professores do Vale do Juruá

Os capacitados se tornarão multiplicadores dentro dos seus municípios

seminario educaçãoCruzeiro do Sul (AC) foi pólo do VIII Seminário do Programa “Educação Inclusiva, Direito à Diversidade” realizado entre os dias 23 a 27 de setembro no Seminário Menor.  O programa ofertado pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com o Ministério da Educação e Cultura (MEC) e Fundo Nacional do Desenvolvimento Educacional (FNDE) visa garantir os direitos humanos de todas as pessoas inseridas na escola.

seminario educação inclusiva 2Participam da capacitação professores dos diversos segmentos escolares, desde escolas públicas municipais e estaduais, particulares, Ufac e Ifac. Mais de 130 professores dos municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Tarauacá, Feijó, Porto Walter, Marechal Thaumaturgo e Jordão recebem as instruções e materiais necessários para posteriormente serem multiplicadores dos conhecimentos inclusivos dentro das instituições de ensino de cada município.

professora feijo“Através desse curso podemos levar até o nosso município o significado da inclusão. Apesar de todo lugar existir discriminação, as pessoas estão começando a ver que todas as pessoas são iguais, e não devem apenas está ali no ambiente e sim ser incluídas de verdade”, falou a professora Elenilsa Damasceno, do município do Jordão, que acredita que a inclusão de todos na educação é essencial.

Anteriormente, em outros anos, o único tema debatido na educação inclusiva era a educação especial, neste ano o assunto foi expandindo para diversos outros temas que também abrangem a educação inclusiva, como étnico racial, educação no campo, educação ambiental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Educação Indígena, entre outros.

eliomara rocha“Os direitos já estão garantidos há muito tempo na constituição, mas ainda vemos muita discriminação, muita dificuldade no trabalho dos professores com eles. Esse trabalho era trabalhado antes apenas com os deficientes, mas existem muitas pessoas, além dos deficientes, sendo discriminadas dentro das escolas, e estamos trabalhando todas as minorias para que todos sejam equiparados”, destacou a coordenadora do programa, Eliomara Rocha.

O curso teve duração de 40h, com a participação de professores, coordenadores e gestores . No decorrer da semana os assuntos foram debatidos em grupos, abordando diversos eixos temáticos, e no primeiro e ultimo dia do encontro aconteceram as plenárias, onde todos juntos debateram os temas propostos.

Tribuna do Juruá – Vanísia Nery

Compartilhe

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS