Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Publicado em 5 de dezembro de 2011

Prefeitura de Cruzeiro do Sul leva curso de corte a comunidades ribeirinhas

O Prefeito em Exercício Mazinho Santiago, acompanhado do Assessor de Comunicação, Neto Vitalino, visitou um dos locais mais distantes da sede do município, a comunidade Tartaruga, dentro do Rio Valparaiso.

Ali, durante 09 dias uma equipe da Secretaria Municipal de Agricultura em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, ministrou um curso de corte e costura. Além de levar cidadania a Prefeitura criou um mecanismo de geração de renda capacitando na própria comunidade 24 mães de familia. Para a senhora Maria Auxiliadora o curso representou a realização de um sonho. “Pra mim é uma coisa muito importante, porque era o meu sonho aprender a costurar”, disse. Dora, como é conhecida no Valparaiso explica que tinha como profissão fazer vassoura, que é um trabalho difícil de ser realizado. “Eu queria sair da vassoura que é uma profissão muito sofrida. Esse curso pra mim foi uma coisa maravilhosa. Agradeço a Deus, as professoras e a Prefeitura por ter trazido esse curso pra nós” concluiu.

Outra que também fez o curso a senhora Rosangela da Silva Penha espera que esse tipo de iniciativa não fique na primeira. “Eu espero que venham mais vezes. Quero agradecer ao prefeito Vagner Sales por ter feito isso por nós do Valparaiso. Nós só temos a agradecer por tudo”, disse ela. A iniciativa da formação é da Secretaria Municipal de Agricultura. Segundo o Secretário Erni Dombrowski, desde o inicio da Administração, essa tem sido uma preocupação do Prefeito: levar formação e cidadania também a população da zona rural. Este já é o segundo curso que a Secretaria realiza. O primeiro foi nas comunidades do Rio Liberdade onde 30 mulheres foram capacitadas.

Erni explicou que o curso é profissionalizante, já que todas receberam certificado, comprovando a formação e 08 máquinas de costura tombadas e patrimoniadas pelo Município com a responsabilidade da Secretaria de Assistência Social foram distribuidas em oito comunidades do rio Valparaiso para serem utilizadas pelas mulheres recem formadas no curso aplicado pelo município. “é difícil fazer, mas a nossa determinação é de fazer sempre. O que nós queremos fazer também, assim que possível, é um curso de aperfeiçoamento na própria comunidade”, disse. O Vice Prefeito Mazinho Santiago constatou as dificuldades de levar toda a logística para a realização do curso a uma comunidade de difícil acesso, mas que no final todo o esforço é muito compensador.

Mazinho destacou o empenho e a sensibilidade das equipes das Secretarias de Assitência Social e Agricultura que não mediram esforços para fazer o curso acontecer. “é um momento de muita emoção” disse. “Nos temos realmente que fazer na zona rural, este tipo de curso que fazemos na área urbana. Estamos capacitando as mulheres para trabalhar na própria comunidade. A relação custo beneficio é outro ganho pra comunidade. E nós queremos trazer mais cursos, não só pra esta, mas também pra outras localidades ribeirinhas, capacitando não só as mulheres, mas também a juventude e os homens das nossas comunidades”. finalizou. O próximo curso de corte e costura será realizado no rio Juruá Mirim, no início do ano que vem.

Assessoria

Compartilhe

    Comentários:

    1. rosinha disse:

      Eita cabra bon, essi Mazinho..

    2. clerton disse:

      ele nao estar fazendo mais do que sua obrigaçao isso tudo é pouco o que ele faz deveria ser feito mais pela populaçao da zona rural que muitas das vezes vive isolada com grande dificuldade de tirar seus produtos talvez se eles fizessem mais pela populaçao da zona rural as coisas nao seriam tao caras ai em cruzeiro do sul como a verdura tudo isso e falta de infro estrutura agora o cara faz um cursinho desses e ja é o cara que nada é pra isso que nos o elegemos conheço essa comunidade ai essas fotos foram tiradas na casa de meu pai e se nao fosse o vereadcor altemar que mais faz por essa comunidade apesar da comunidade fazer parte do municipio de rodrigues alves que nada fza por ela seria uma porcaria os nossos governanates deveriam valorizar os trabalhadores rurais que sao os principais produtores de cruzeiro do sul e a farinha nao devia ser cara desse geito

    3. MOÇA disse:

      SERÁ QUE ESSE PREFEITO VAI SAIR E NÃO VAI ABRIR A RUA DJALMA DUTRA!!!!
      MAS O I P T U NÃO DEIXA DE SER COBRADO NÃO.
      VAMOS PREFEITO ESTAMOS ESPERANDO??????????

    4. fatima disse:

      sou cruzeirense tenho 48anos a 26 trabalho na saude priorisando a area rural, e ate hoje não vir uma gestão que se preocupase tanto com esta area como atual

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS