Cruzeiro do Sul - Acre, segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Publicado em 19 de abril de 2017

Prefeitura abre processo de licitação para obras de revitalização do Igarapé Preto

?

O edital para a licitação das obras de revitalização do Balneário do Igarapé Preto, foi publicado pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul, no dia 12 desde mês. O projeto deverá ser executado em três etapas e nessa primeira fase serão investido R$ 1, 4 mi de emendas do senador Gladson Cameli (PP).

O município deverá receber um valor de R$ 4,4 mi para recuperar a estrutura do Balneário Igarapé Preto que estava há 06 anos praticamente desativado. Esse valor é dividido em duas emendas do Senador Gladson Cameli, que somam R$ 3,4 mi, mais  uma da deputada Jéssica Sales (PMDB) no valor de R$ 1 mi.

José Bartolomeu Cordeiro da Silva

Com a  primeira emenda que já  foi liberada, a Prefeitura está licitando as obras de contenção das barragens e construção de rampas  de acesso, além de passarelas  para a circulação dos banhistas. A licitação foi publicada do Diário Oficial no dia 12 deste mês e teria data marcada para o pregão na próxima segunda-feira, dia 25. No entanto,  nesta quarta-feira (19), a comissão de licitação fez algumas alterações no edital e a data para o pregão será adiada.

Á área de lazer que fica a 07 quilômetros a cidade já foi considerada o principal ponto turístico do Estado do Acre. As águas geladas do Igarapé Preto eram o principal atrativo para o grande número de vistantes que se refrescavam diariamente no local. Os  quiosques com alimentação, bebidas e água de coco eram pontos de referência para toda população do Juruá  e para os turistas que visitam a região.

O ambiente  que servia como local de trabalho para dezenas de pequenos comerciantes está há seis anos praticamente desativado. Devido a falta de estrutura, o número de visitas caiu em mais de 70%. O anúncio do projeto  de revitalização deixou os trabalhadores que ainda se mantém no  balneários otimistas.

“Nossa expectativa é que vai melhorar, porque depois que deixaram isso aqui  abandonado, as pessoas  quase não visitam mais. Dá até uma tristeza quando chegam as pessoas de fora e dizem ficarem decepcionadas com o local que ainda é tão falado, mas encontra-se desse jeito” – disse José  Bartolomeu Cordeiro da Silva, que trabalha em um pequeno quiosque com venda sorvete e coco gelado.

Tribuna do Juruá – Djalcimar Rogério

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS