Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Publicado em 2 de março de 2017

Polícia prende três suspeitos de envolvimento em execuções ocorridas em Cruzeiro do Sul

Andreis Souza de Oliveira Ernan Oliveira SouzaDois jovens de Rio Branco e outro natural de Cruzeiro do Sul foram presos na última sexta-feira (24), em uma operação realizada no Bairro São José, pela Polícia Civil. Os três são suspeitos de participação em organizações criminosas que atuam no estado e que estariam praticando homicídios em Cruzeiro do Sul. Na casa onde foi efetuada a prisão, foram apreendidas duas armas de fogo, munições e uma pequena porção de entorpecente.

Andreis Souza de Oliveira, de 19 anos de idade, e um garoto de 15 anos, moradores de Rio Branco, estavam em companhia de Ernan Oliveira Souza, 18, e foram surpreendidos pela polícia no momento em que faziam uso de maconha. Eles não reagiram à prisão e foram encaminhados à Delegacia Geral de Polícia.

Andreis Souza de Oliveira Ernan Oliveira Souza armas e muniçãoDe acordo com a polícia, Andreis  e o menor teriam vindo para Cruzeiro do Sul com a finalidade de cometer crimes.

 “Esse adolescente e um dos maiores vieram de Rio Branco com uma missão de cometer crimes aqui. A gente acompanhou, fizemos a investigação. Sabemos o dia que eles saíram de Rio Branco. Passamos a monitorar e realizamos a prisão. Então agora é trabalhar para concluir a prisão” – detalhou o delegado Lindomar Ventura.

Na delegacia os suspeitos negaram qualquer participação em ações criminosas. “Vim apenas conhecer a cidade” – alegou, Andreis afirmando que não teria envolvimento com nenhuma organização criminosa.

delegados luiz Tonine e Lindomar VenturaO delegado Lindomar Ventura, declarou em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira (02) que as investigações apontam os três como autores de pelo menos uma execução e uma tentativa de homicídio.

“Possivelmente eles estão interligados a esses crimes, principalmente, a morte do Ítalo e a tentativa de homicídio contra aquela vítima próximo a Praça da Juventude ocorrida na semana passada” – afirmou Ventura.

Entre as armas apreendidas, um revólver e uma pistola de 9 mm com 42 de três tipos diferentes, algumas de uso restrito. O delegado afirmou que o entorpecente encontrado na residência seria apenas para cosumo.

“Está caracterizado, primeiramente, o crime de posse de arma de fogo e estamos trabalhando agora para concluir a caracterização de participação em organizações criminosas” – afirmou Lindomar.

Tribuna do Juruá – Dejalcimar Rogério

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS