Cruzeiro do Sul - Acre, sábado, 22 de setembro de 2018

Publicado em 24 de março de 2017

Polícia Civil apresenta homicidas integrantes de facção criminosa

Joaquim Carlos de Vasconcelos e Sávio Oliveira GomesDurante a operação os agentes ainda apreenderam uma pistola calibre 380 com 11 munições.

De acordo com a polícia, Joaquim Carlos de Vasconcelos de 19 anos, vulgo “Forte” e Sávio Oliveira Gomes, de 18 anos, ambos moradores da Várzea são os autores de um duplo homicídio e de uma tentativa no município de Cruzeiro do Sul. Os crimes foram registrados em um intervalo de um mês e todos estão ligados diretamente com guerra entre facções criminosas rivais que agem em todo estado.

No dia 28 de fevereiro de deste ano, os primos Amaury Lima da Silva, de 29 anos, e Antônio Lucas de Souza, de 21 anos, foram mortos  a tiros, dentro da varanda de uma residência no bairro da Várzea. De acordo com informações repassadas por populares, a execução foi realizada por dois suspeitos que chegaram por um trapiche de madeira, atiram diversas vezes contra as vítimas e fugiram, tomando rumo ignorado. Amaury Lima da Silva, de 29 anos, uma das vítimas, tinha acabado de sair do presídio Manoel Nery da Silva, onde cumpriu pena por tráfico de drogas. Já a segunda vítima, Antônio Lucas de Souza, de 21 anos, funcionário de uma sorveteria, também foi alvejado na ação e morreu no local.

No dia 6 deste mês, José Cristiano de Souza Oliveira, de 30 anos, também se tornou alvo dos criminosos ao ser alvejado por pelo menos quatro disparos de arma de fogo no bairro do Cruzeirinho. A apesar da gravidade dos ferimentos a vítima sobreviveu.

Na delegacia os acusados negaram qualquer envolvimento nos crimes, em que estão sendo acusados, um dos suspeitos – Sávio –  teria grau de parentesco com as vítimas fatais.

“Não fui eu quem fez isso, estava em casa, minha mãe não me deixou sair no dia do ocorrido. Eles eram meus primos, já mais iria fazer uma coisa dessas com meus parentes” negou Sávio.

Segundo o delegado Alexnaldo Batista, os dois são integrantes do C.V e são responsáveis por execuções em Cruzeiro do Sul.

“Obedeciam a ordens para executar desafetos e integrantes de grupos rivais. Um deles foi encontrado no teto de uma casa na Várzea e outro ainda estava dormindo no momento da abordagem. Serão encaminhados ao presídio local onde devem responder por seus crimes.

Tribuna do Juruá

 

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS