Cruzeiro do Sul - Acre, domingo, 23 de setembro de 2018

Publicado em 15 de julho de 2011

Obra do governo que estava atrasada, agora parou de vez

Construção de um novo pavilhão no presídio de Cruzeiro do Sul no valor de R$ 4 milhões está parada ha mais de três meses.

O pavilhão que estava sendo construído para resolver o problema da superlotação no presídio Manoel Néri da Silva, em Cruzeiro do Sul, se tornou em mais uma das obras milionárias do Governo do Estado que não foram concluídas no Juruá.

A obra está parada, sem previsão de continuidade. O prazo de entrega do novo pavilhão que se concluído pode abrigar mais de cem presos, está atrasado há quase um ano.

O atual prédio tem capacidade para pouco mais de 300 presos e hoje abriga 547 detentos. Por várias vezes a imprensa local chegou a questionar a direção do presídio sobre o atraso na obra e as desculpas eram sempre falta de material devido fechamento da BR 364.

Só que agora, exatamente no auge do verão amazônico, com a rodovia oferecendo todas as condições de tráfego, o responsável pela construção da obra, parou o serviço.  Segundo o diretor da unidade, o advogado Frederico Felipe, a informação que recebeu do IAPEM é que, teria acontecido uma diferença no valor do projeto da obra, e a empresa suspendeu o serviço.

Ainda segundo o diretor, a construtora responsável pela obra que está parada em Cruzeiro do Sul, agora está trabalhando em outro presídio do estado em Senador Guiomard. Por telefone, tentamos sem sucesso falar com a direção do IAPEM em Rio Branco para obter melhores explicações sobre o atraso da obra.

www.tribunadojurua.com – Francisco Rocha

Compartilhe

    Comentários:

    1. a verdade tem que ser dita disse:

      Tem que deixar parado mesmo, ja que não tem dinheiro para dar um aumento bom para os funcionarios, num tem tbm para terminar essa porcaria para dar mordomia e espaço para esses vagabundos não. Deixa a cadeia enxer e a casa cai, so assim esse governador se manca e libera verba pra coisa que valem a pena.

    2. arnaldo maia disse:

      NO ACRE SO TEM POLITICO CATOLICO,DE CADA OBRA PRA EXECUTAR ELES EMBOLSAM UM TERÇO…POUCA VERGONHA…UMA CAMBADA DE MALANDROS,E A GENTE É QUE SUSTENTA ESSA CAMBADA DE POLITICOS..

    3. Chimbariral disse:

      Não precisamos de presídios confortáveis e espaçosos, se os bandidos quisessem vida boa estariam aqui fora. Precisamos é que as leis sejam cumpridas.

    4. Popular disse:

      O problema é que contam-se nos dedos as pessoas do ‘nosso povo’ que têm coragem de trabalhar num ambiente desses. Desejar que o lugar seja ruim é muito fácil. Difícil é suportar os desdobramentos desse abandono, que, para quem não sabe, ultrapassam as muralhas dos presídios. E chegam à porta da sua casa…

    5. EU SEI.... disse:

      CHICO ROCHA NUM TEM CAPACIDADE PRA 300 PRESOS NÃO!
      A CAPACIDADE É SÓ PRA 112…..

    6. Sâmia disse:

      Vou carregar tijolos pra construir o pavilhão. Mas quero uma pensão vitalícia de 22 mil igual a que os ex governadores e ex senadores ganham. Alguém se junta a mim nessa empreitada…

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS