Cruzeiro do Sul - Acre, sábado, 22 de setembro de 2018

Publicado em 25 de janeiro de 2015

Motorista do Samu é preso suspeito de estupro em Cruzeiro do Sul

Homem foi denunciado pelos pais da garota de 12 anos. Menor recebe acompanhamento psicológico, segundo a polícia.

Um homem, de 56 anos, foi preso na quinta-feira (22) suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 12 anos, na comunidade Santa Luzia, localizada na BR-364, em Cruzeiro do Sul (AC), onde trabalhava como motorista da ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O fato teria ocorrido na quarta-feira (21) e foi denunciado à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e ao Menor (Deam) pelos pais da garota.

De acordo com a delegada Carla Ívane de Brito, responsável pela investigação, a menina disse, em depoimento, que o suspeito foi até a residência dela, pediu água e informações sobre a localização dos pais dela. Após ser informado que os responsáveis não estavam no local, convidou a menor para sua casa. Segundo a delegada, o homem é vizinho da vítima.

“Ela saiu para ir na casa de uma colega e, ao passar pela frente da casa dele, foi chamada pelo suspeito. Ela foi lá e relatou que ele tirou a roupa dela à força, a deitou no sofá, momento em que ela sentiu muito medo”, contou a delegada.

Ainda segundo a delegada, a menina relatou que apesar de o homem não ter consumado o ato, praticou sexo oral nela, encostou o órgão genital dele na vagina dela, além de obrigá-la a assistir filme pornô e praticar masturbação. Após o crime, o homem levou a menor para o Ramal 2, também localizado na Comunidade Santa Luzia, onde a menor teve que caminhar quase dois quilômetros até a casa de uma tia.

“Ele mandou ela dizer para tia que quem tinha deixado ela lá era o pai, mas o pai e a mãe desta menina já estavam procurando por ela na vizinhança. Na madrugada, souberam que ela estava na casa dessa tia e pela manhã foram lá buscá-la. Lá, a menina falou para o pai que o homem era quem havia deixado ela no local”, relatou a delegada.

De conhecimento do fato, os pais procuraram a Deam e denunciaram o caso. Segundo a polícia, o suspeito chegou a procurar o pai da menor para pedir que ele não levasse a denúncia adiante, alegando estar arrependido dos atos. O suspeito foi preso no pátio da delegacia tentando convencer os pais da jovem a retirarem a acusação.

A menina passou pelo exame de conjunção carnal, que constatou a virgindade, e foi encaminhada para acompanhamento psicológico junto ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). A menor relatou para delegada que o motorista em outras ocasiões chegou a oferecer pequenas quantias de dinheiro, doces e salgados para ela e uma  outra menor.

O homem foi encaminhado para o Presídio Manoel Nery da Silva ainda na quinta-feira. “Ele deve responder por estupro de vulnerável, com base no 17A e por favorecimento à prostituição”, destacou a delegada.

Vanísia Nery-G1 Acre

Compartilhe

    Comentários:

    1. Rutilete disse:

      Por que não foi divulgado o nome dele? Tem que ser divulgado, para as pessoas saberem quem é, ele não merece ser chamado de ” homem”.

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS