Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Publicado em 21 de novembro de 2016

“Meu filho fez isso para me defender” disse mãe de acusado de matar irmão com um tiro no rosto

doralice-silva-dos-santosA dona de casa, Doralice Silva dos Santos, 40 anos, mãe da vítima e do acusado de homicídio ocorrido na manhã desta sexta-feira, 18, no bairro Cruzeirinho, na periferia de Cruzeiro do Sul, procurou a nossa reportagem para informar que o filho matou o irmão para salvar a família.

“Era ele ou todos nós”, contou a mãe de José Carlos dos Santos, de 19 anos, acusado de assassinar o próprio irmão com um disparo de arma de fogo, no final de semana passado.

doralice-silva-dos-santos-filho-mortoSegundo a mãe, estava na delegacia onde pretendia prestar um boletim de ocorrência contra o filho, quando recebeu a noticia da morte de Jonas Santos Barreto, de 22 anos.

“Ele passou a manhã inteira me pedindo dinheiro, queria R$50 reais e depois pediu R$1 mil. Como não tinha a quantia começou fazer ameaças à minha pessoa e também aos meus filhos. “Hoje eu vou matar um aqui em casa” me disse. Saiu e logo retornou com um terçado grande cortando tudo que via pela frente, pulei a janela, corri para casa de um vizinho e chamei a polícia. Ao perceber a aproximação da viatura da PM fugiu. Já estava na delegacia quando soube do ocorrido”, relatou.

De acordo com Dona Doralice, o filho era usuário de drogas e tinha sido internado por mais de um ano em centro de recuperação para dependentes químicos, mas, nos últimos sofreu uma recaída e estava muito agressivo.

“Ele sempre foi agressivo, antes da última internação já tinha tentado matar os irmãos, o que atirou e um menor de oito anos. Paguei mais de R$1500 reais para tirá-lo da cadeia, consegui uma vaga na clínica, onde permaneceu por uma no e meio, tudo por minha conta. Lutei pela minha família até onde pude, mas, infelizmente não consegui evitar essa tragédia na minha vida. Meu coração “chora” pelos dois, são meus filhos,” finalizou.

Segundo a polícia José Carlos dos Santos, contou com ajuda de um primo para matar o irmão, os dois ainda estão foragidos.

A arma utilizada para cometer o crime ainda não foi encontrada e nem os suspeitos presos.

Tribuna do Juruá

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS