Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Publicado em 22 de novembro de 2012

Meia com faixa de cor diferente pode tirar equipe da semifinal da segunda divisão de futsal

Jogador do Vocacional teria usado meião com um detalhe de cor diferente dos outros companheiros da equipe e o representante do São José entrou com uma ação alegando direito aos três pontos da partida que aconteceu no dia 11 deste mês. A comissão disciplinar da Liga de Futasal de Cruzeiro do Sul deu parecer favorável a equipe do São José, mas a diretoria do Vocacional recorreu da decisão.

Os dois jogos para definir os finalistas do Campeonato da Segunda Divisão de Futsal de Cruzeiro do Sul deveriam ser realizados nesta sexta-feira (23). Entretanto, o impasse gerado pelo uniforme do jogador Raimundo Mauro, no jogo das quartas de final, pode adiar uma partida.

Raimundo Mauro, de acordo com a diretoria do São José que perdeu a partida por 5 x 4, descumpriu o regulamento da competição por ter usado uma meia branca com listra preta. Diferente dos outros jogadores que estavam uniformizados com meias completamente brancas.

A alegação da equipe foi acatada pela Comissão Disciplinar da Liga de Futsal em uma reunião realizada na noite desta quarta-feira (21). De acordo com o presidente da Liga, Antônio Rodrigues, a Comissão entendeu que o jogador do Vocacional teria ferido o regulamento do campeonato, pois, violou os princípios de padronização do uniforme.

Com base nesta decisão, o São José ficaria com os três pontos e estaria classificado para a semifinal. No entanto, essa novela pode ter mais alguns capítulos, já que a comissão técnica do Vocacional não aceita o veredicto e recorreu reivindicando que seja mantido o resultado da partida.

“O Regulamento da Confederação de Futsal diz que o árbitro é quem tem o dever de verificar se o uniforme está dentro dos padrões e determinar, durante a partida, que o jogador ou a equipe faça a substituição. E, no jogo, o árbitro observou esse detalhe e não viu nenhum impedimento para a atuação do jogador. Por isso, não há motivos para que nossa equipe possa ter o prejuízo dos três pontos” – disse o presidente do Vocacional, André Ribeiro.

A reunião para que a Comissão Disciplinar faça a avaliação do recurso do Vocacional deve será realizada nesta quinta-feira à noite. Se não tiver uma decisão final, nesta sexta-feira será realizado apenas o jogo entre Grota e Baixa que farão a primeira semifinal. O Cruzeiro espera a decisão da Comissão para saber se vai enfrentar o Vocacional ou a equipe do São José.

Tribuna do Juruá – Da redação

Compartilhe

    Comentários:

    1. leo disse:

      que vergonha desse timizinho se nao tem futebol pra se ganhar uma partida de futebol,, vai recorrer de um meiao que resultado fez esse meiao para com isso va treinar seus jogadores ..sem graca…….

    2. André disse:

      Voces conhecem o mito da caverna de Platão? Ja ouviram falar do analfabeto funcional? pois é eles existem e so agora entendi o que Platão queria dizer. Depois de tanto tempo ele ainda pode nos ajudar a entender como pensam o homem de neandertal de nossa era. Nunca vi tanta ignorancia em minha vida, Nunca senti tanta dificuldade em fazer com que humanos entendessem o que é regra e o que significar valor e principios. Ganhamos um jogo honestamente. se alguem pode fazer com que essa junta disciplinar saiba interpretar um regulamento e regras ajude-os, pois eu nao consegui.

    3. Gilvan disse:

      DEVERIAM QUESTIONAR O ÁRBITRO DA PARTIDA, E NÃO A EQUIPE DO VOCACIONAL! O ARBITRO NÃO ERA O ENCARREGADO PARA VERIFICAR ISSO TUDO? EM NOSSA CIDADE Q OS ORGANIZADORES SE ESFORÇAM AO MÁXIMO PARA MANTER UMA EQUIPE EM COMPETIÇÃO! AINDA APARECE ALGUÉM QUERENDO GANHAR JOGO NO TAPETÃO!!!! FUTEBOL SE GANHA DENTRO DAS QUATRO LINHAS!!!!
      “ANTES Q ALGUÉM PERGUNTE EU NÃO FAÇO PARTE DE NENHUMA EQUIPE! SOU SIMPLESMENTE TORCEDOR!

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS