Cruzeiro do Sul - Acre, segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Publicado em 19 de novembro de 2014

Tia e sobrinho morrem eletrocutadas em Rodrigues Alves

, Michele Fabrício da SilvaUma jovem de 17 anos de idade e uma criança, com apenas dois anos, morreram eletrocutados na manhã desta quarta-feira (10), na comunidade Praia da Amizade, município de Rodrigues Alves. O garotinho Lucas Silva Freitas acompanhava a mãe e sua tia, que trabalhavam na irrigação de hortaliças, e, ao passar pelos cabos que ligam energia para uma bomba d´água, o menino segurou nos fios. Ao ver o filho grudado na rede de energia, Michele Fabrício da Silva, 24, tentou salvá-lo e também foi presa pela corrente elétrica. Valéria dos Santos Lima, 17, cunhada de Michele, segurou os dois e ainda conseguiu livrar a mulher da morte, mas a tia e o sobrinho não resistiram.

Jaison LimaO agricultor Jailson dos Santos Lima, 43, pai de Valéria, disse que não estava em casa no momento do ocorrido. Mas ele contou que Valéria e sua cunhada estavam fazendo o trabalho de rotina nas hortas que são cultivadas pela família na Praia da Amizade, que foi construído através de um projeto do governo. Com a produção de hortaliças, a maioria dos produtores da comunidade consegue manter a família fornecendo verduras para o Programa de Aquisição de Alimentos do Governo do Estado.

As duas jovens faziam a primeira irrigação do dia, às 8 horas desta quarta-feira, e o menino que sempre as acompanhava, decidiu brincar com os cabos de energia e sofreu a descarga elétrica. Desesperada, a mãe segurou pelo braço do filho e tentou desprender a criança, mas não conseguiu e também ficou presa aos fios.  Vendo a cunhada e o sobrinho em choque, a jovem de 17 anos correu para prestar socorro e foi a última a sofrer o impacto da descarga elétrica.

Lucas que foi o primeiro a segurar os fios, e Valéria, que recebeu a descarga final, não resistiram. O menino e sua tia morreram no local do incidente. Michele que está grávida de cinco meses e que ficou entre os dois, foi encaminhada à Maternidade de Cruzeiro do Sul, em estado grave.

O pai de Valéria acredita que a ligação de energia para a bomba d´água tenha sido feita de forma errada, por isso aconteceu o acidente. “Eu acho que ligaram negativo com positivo e ai ficou passando energia pelos dois cabos” – disse o horticultor Jaison Lima.

O gerente do escritório da Eletrobrás, em Cruzeiro do Sul, José Melo, esteve no local para apurar os fatos.

Tribuna do Juruá

Compartilhe

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS