Cruzeiro do Sul - Acre, sábado, 17 de novembro de 2018

Publicado em 25 de março de 2014

Jogadores abandonam concentração do Náuas

náuas 1Cinco jogadores do Náuas abandonaram a concentração do time na capital na manhã de segunda feira 24. Segundo informações eles teriam discordado da filosofia de trabalho estabelecida pela diretoria.

O grupo está hospedado em uma chácara no Conjunto Ipê, enquanto disputa o primeiro turno do estadual.  Os cinco jogadores não fazem mais parte do elenco da equipe. Do grupo três vinham atuando como titulares (Evandro, Pedro Madson e Danielson), os outros dois Jhonatas e (João Paulo), ainda não haviam estreado.

Com o abandono do grupo, o elenco ficou restrito a 16 jogadores. Dois deles, os zagueiros Aslan e Castro são dúvidas para a partida desta terça às 20 hs contra o Rio Branco no estádio Arena da Floresta.

Nossa reportagem conversou com o jogador Danielson que disse que a princípio apenas Jhonatas teria sido afastado do elenco. No entanto quando um grupo foi conversar com o Presidente sobre o que tinha acontecido, foram mandados embora da concentração sumariamente.

O Presidente Zacarias Lopes, não foi localizado para falar sobre o assunto.

Tribuna do Juruá – Adelcimar Carvalho

Compartilhe

    Comentários:

    1. Polemico disse:

      Segundo o que eu fiquei sabendo, o técnico que também é presidente, não foi feliz em escultar o argumento dos demais jogadores.
      Ele usou palavras de baixo escalão, faltou com respeito e não foi profissional e nem ético ao tratar os jogadores como foi tratado,
      Zacarias, coloque o seus pés no chão pois você não é o rei da cocada preta, abaixa sua bola.

    2. eliomar mendez rezek disse:

      Por falar em nauas é bom essa turma do esporte do governo do estado que financia os times no campeonato Acriano, ficarem atentos aos repasses à o time do Juruá. Pois tive a informação que esse presidente usa sua empresa de marketing e propaganda para receber os valores das empresas que patrocinam o time na competição, e segundo o próprio presidente, o tal estatuto não permite patrocínio direto ao time o que ele teria que justificar aos demais membros do conselho financeiro se é que existe nesse time. Mais se essa agremiação foi criada então teria por obrigação de ter um departamento de finanças e marketing, que deveria cuidar dos patrocínio ou doações à agremiação para que ela pode-se se manter na disputa do campeonato. E não ter que passar os recursos primeiro por sua empresa para depois só assim ser destinado a agremiação.

    3. TRUTA disse:

      Me ajude, Polêmico!!! palavra de baixo “escalão”. Vai estudar mais chegado….
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS