Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Publicado em 9 de fevereiro de 2017

Famílias desalojadas pela cheia do rio Juruá começam a voltar para casa

comida abrigo enchenteAos poucos o nível do rio Juruá vem baixando e as famílias que tiveram que sair das regiões alagadas começam a retornar para casa. Durante a quarta-feira (08) e nesta quinta-feira (09), cerca de 30 famílias deixaram os abrigos e foram levadas de volta para suas moradias.

Por conta da maior cheia registrada em Cruzeiro do Sul, em que o Juruá atingiu a cota de 14,24m, mais de 700 famílias tiveram que ser removidas pela Defesa Civil, dos bairros Cruzeirinho, Várzea, Miritizal, Boca do Moa, Remanso e Olivença. Os desalojados foram levados para abrigos improvisados pela Defesa Civil. Maior parte foi acomodada no Ginásio de Esportes Alailton Negreiros.

Francisco Nascimento da RochaCom mais de uma semana fora de casa, as vítimas da enchente do Juruá aguardam com muita expectativa pelo momento de retornar para o local onde vivem.

“Não que aqui não esteja bom. Mas não vejo a hora de chegar em casa e voltar a minha vida normal com minha família. Nada melhor do que está na casa da gente e ter privacidade” –  disse o diarista Francisco Nascimento da Rocha, que  estava de mala pronta para voltar para sua residência no Bairro da Várzea.

O retorno das famílias está sendo possível porque o nível do rio já está abaixo da sua cota de transbordo que é de 13m. Nesta quinta-feira pela manhã o nível marcava 12,57m.

“Graças à Deus a água baixou bastante e já  dá condições para que muitas famílias possam retornar. Estamos avaliando a situação em cada bairro  e  nos locais em que a situação não oferece mais riscos, nós providenciamos a volta  dos moradores” – disse Ronivon  Pereira, representante da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Tribuna do Juruá – Dejalcimar Rogério

 

Compartilhe

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS