Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Publicado em 20 de novembro de 2011

Exército comemora Dia da Bandeira

Em Cruzeiro do Sul o 61ºBIS celebrou a data com formatura, entrega de medalhas e diplomas. E ainda inaugurou um monumento na praça General Rodrigo Otávio, localizada nas imediações do Batalhão.

 

Há 105 anos, comemora-se o Dia da Bandeira em 19 de novembro. Mas, o que a grande maioria da população não sabe é em todo o país, durante esta data são realizadas, celebrações cívicas, acompanhadas na maioria das vezes pelo do Hino da Bandeira, que se constituiu como elemento de formação da identidade nacional brasileira.

Em Cruzeiro do Sul não foi diferente. Às 8h deste sábado, 19, foi realizada pelo 61º Batalhão de Infantaria e Selva, uma cerimônia desse importante símbolo nacional. O evento contou com a presença de autoridades como o Comandante do 6º batalhão de Polícia Militar do Acre, major Alves; o Comandante do destacamento da Aeronáutica na cidade, Tenente Bandeira; além de representantes do legislativo e de organizações filantrópicas.

Depois de lida a Ordem do Dia houve o hasteamento do pavilhão nacional, bandeira do Estado do Acre e do município de Cruzeiro do Sul, acompanhado pelo Hino da Bandeira. Cinco militares foram agraciados, com medalhas. E ainda foram entregues diplomas de “amigo do batalhão”, destacando-se dentre os agraciados, os profissionais da impressa Gledisson Albano, Vanísia Nery e Dayana Maia, por contribuições ao Batalhão.

Em sua fala, o Ten. Cel. Rommel falou sobre o que a bandeira nacional significa para o país e o que as características dela representam para a sociedade. Também destacou que a bandeira é um dos maiores símbolos da pátria.

Paralela a comemoração, o batalhão aproveitou a oportunidade para inaugurar um monumento na Praça General Rodrigo Otávio.

Tribuna do Juruá – Dayana Maia

Compartilhe

    Comentários:

    1. Antonio Ademar Barahuna Filho disse:

      Existia nesse local um monumento em memoria a passagem do 7 Bec pela cidade. Com certeza a contribuição que o BEC deu a Cidade de Cruzeiro do Sul foi infinitamente superior ao que o 61 BIS oferece. A destruição do monumento anterior rasga a história do desenvolvimento de Cruzeiro do Sul. Uma pena.

    2. gustavo disse:

      pra que tira aqule monumento que la ja estava que pena

    3. RRS - CZS disse:

      concordo plenamente com o Srº Antonio Ademar Barahuna Filho!

    4. francisco araujo disse:

      Concordo com os amigo acima, e adiciono a mais uma pergunta !… poque sera que o simbolo da marçonaria foi incluido nesta obra… ja que o exercito brasileiro nao esta comprometido em lei com nenhuma religião ou ceita seja o que for… alem do mais o 7º BEC era de engenharia poque nao ah em nenhum simbolo uma representação referente a engenharia assim como no antigo monumento

    5. Ronaldo disse:

      Certamente, o monumento anterior era mais bonito e histórico para Cruzeiro do Sul. O que fizeram agora além de feio, tem “detalhes” que nada tem a ver com o exército e muito menos com nossa cidade.
      Lamentável.

    6. comentario disse:

      saudades do 7ºBC, esse sim tinha pessoas que sabia respeitar as pessoas, gente educados comprometido com a sociedade todo mundo queria servir,tempos bons que deixaram saudades muito respeito a população.

    7. Philipe Montenegro Standler disse:

      Boa tard a todos, ao ver imensa falta de conhecimento sinto-me dever de me pronunciar e intervir em tal situação.
      pessoal para tentar explicar o que ocorre, informe que o monumento não está terminado e que os simbolos antigos da engenharia irão voltar para seu local de origem, sem falar que na mesma praça ainda existe um outro monumento que homenageia a engenharia.outro aspecto é que a engenharia tem por missão a contrução, o melhoramento de vias e estradas. já a infantaria cabe à segurança nas fronteiras. então não há como comparar as duas pois tem missões diferentes.eu entendo que para Cruzeiro do Sul o BEC era mais envolvido, pois à ele cabia obras na cidade, enquando ao BIS cabe a defesa das nossas fronteiras…

    8. Philipe Montenegro Standler disse:

      … e mais pessoal não sou militar mais eu vejo com bom senso as coisas. por exemplo. quem é que leva medicamento e atendimento médico e odontologico as comunidades la na fronteira, garanto que não é a prefeitura.. quem é que a qualquer hora do dia ou da noite, evacua ribeirinhos vitimas de animais peçonhentos ???????? garanto que não é o governo do estado. e pra quem foi pedido ajuda quando o juruá transbordou e alagoa as areas que ficam a sua margem.. então pessoal fácil é jogar as pedras.. abraço a todos. espero ter contribuido para ajudar esclarecer.

    9. Cidadão Cruzeirense disse:

      É impressionante ver os comentários que são colocados todos os dias aqui nesta coluna. Será que vocês realmente são cidadões cruzeirenses como eu? É o que me pergunto todos os dias ao ler aqui os comentários as reportagens. Acho que cada um antes de criticar ou elogiar alguma notícia, deveria primeiro se informar sobre aquilo que vai opinar, para não expor comentários a respeito de qualquer assunto sem ter o devido conhecimento. Não sei se os senhores sabem, mas a sigla BEC significa Batalhão de Engenharia e Construção e ele é responsável pela construção de rodovias, pavimentações, pontes, e não estrutural de cidade alguma. A Sigla BIS significa Batalhão de Infantaria de Selva, e a principal atividade deste aqui é atuar para proteger nossa fronteira. Portanto o 7º BEC nunca teve, e mesmo se aqui continuasse, nunca teria efeito algum sobre o desenvolvimento estrutural de nossa cidade, enquanto que com a presença do BIS, fez-se necessário o reforço da PF e da Força Nacional de segurança, sem contar com os investimentos trnsferidos a nosso município pela presença dos mesmos, que se não são bem empregados ou simplesmente não aparecem, não é por culpa destes e sim daqueles que recebem e detenhem o poder de empregar e distribuir estas verbas para o bem estar social de nosso povo.

      Portanto antes de virem aqui falar um monte de asneiras, sentem e procurem pesquisar e estudar sobre aquilo que irão falar, e no mais um bom dia para todos vocês FALSOS cruzeirenses.

    10. Cidadão Cruzeirense disse:

      Ah e outra coisa que fiquei sabendo por pessoas que estiveram lá nesta cerimônia e inauguração deste monumento. O monumento ainda não está todo acabado, pois as chuvas semana atrapalharam as obras e foi improvisado para o dia da Bandeira. O que fiquei sabendo é que ele será todo trabalhado em grafiato, com desenho de mapa de nosso estado e com destaque especial par a nossa cidade no mapa. Agora é só aguardar e vermos os resultados, e os incrédulos no mínimo deveriam rever seus conceitos quando tudo ficar pronto.

    11. Emersom carlos cunha disse:

      Tambem concordo plenamente,O 7 bec ali tiveram homens que sofreram pricipalmente nessa BR 364, sem dias para volta para casa no meio de uma selva fechada. E hoje tiraram o unico monumento que ali existia para aqueles herois, conquistadores,que ali passava e lembravam, de seus tempos e amigos que sofreram. E muitos morreram em maquinas pesadas e caminhoes no meio da BR 364, que hoje existe graças ao 7 BEC. Deviam ter feito uma grande homenagem ao sagento cardoso um grande soldado valoroso do 7 BEC

    12. Andrez disse:

      TRISTE DE NÓS BRASILEIROS SE NÃO FOSSE NOSSO EXÉRCITO!! SÃO ESSE SOLDADOS, MUITAS VEZES OSTILIZADOS OU CHAMADOS DE PREGUIÇOSOS QUE UM DIA JURARAM DEFENDER NOSSA PATRIA COM SUAS PROPRIAS VIDAS, ISSO SIGNIFICA QUE NA HIPÓTESE DE CONFLITO ARMADO, SERÃO ELES QUE ESTARÃO NA LINHA DE FRENTE, DEFENDENDO COM SUAS VIDAS A VIDA DE CADA CIDADÃO DESTE PAÍS!! PARABÉNS AO EXERCITO BRASILEIRO!!!

    13. Carlos disse:

      Cidadão Cruzeirense, primeiro vc estah se acovardando diante desse nick, segundo se vc conhecesse a história de Cruzeiro do Sul, não falaria uma asneira dessas. Não sou militar mais sei que o papel de um Batalhão de Infantaria não tem nada a ver com um de Engenharia. Mais entre do site e pesquise fotos antigas de Cruzeiro do Sul. O Bec não soh abriu a 364, mas aterrou todo o centro de Cruzeiro do Sul, e onde vc for no centro da cidade (Igreja, Banco do Brasil etc e etc) vc estará pisando em cima de uma lagoa aterrada pelo 7 BEC.

    14. Marcos disse:

      O foco da questão não é debater quem foi ou é mais importante e sim a destruição de um patrimonio e em detrimento de outro. Na minha humilde opinião CZS precisa desses novos simbolos, porém o que eu não concordo é que tenha que destruir os que já existem. Isso me faz lembrar o monumento que existia em frente a catedral que foi destruido para ser feito estacionamento de supermercado,é vergonhoso!!!

    15. Nick CZS disse:

      O BEC e a MArçonaria tudo bem pois todos ajudam muito na construção de cruzeiro do sul, mas o rotari club, apareceu na cidade a poucos anos e recebe homenagem… Isso sim naum deveria estar lah

    16. VERDADEIRO disse:

      “A MAIORIAS DE NOSSAS MAZELAS OS UNICOS CULPADOS SOMOS NÓS MESMOS”
      “A IGNORÂNCIA É O SABER DO TOLO”

      A PROPRIA BIBLIA DIZ:

      “O HOMEM SOFRE POR FALTA DE CONHECIMENTO”

    17. ailton freitas de souza disse:

      e muito bacana ver que o exercito brasileiro esta integrado com a sociedade deixo aqui minhas palavras de apoio e conplimentando a todos sos sd cb sgt sb tn cp mj tnc selva,……

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS