Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Publicado em 19 de abril de 2014

Cruzeiro do Sul adere ao Programa “Melhor em Casa”

melhor em casaA Prefeitura de Cruzeiro do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde implantou o Programa de Atenção Domiciliar ‘Melhor em Casa’. Iniciativa do Ministério da Saúde, o programa cumpre o propósito de atender, no lar, pessoas com necessidade de reabilitação motora, idosos, pacientes crônicos ou que estejam em situação pós-cirúrgica.

Em Cruzeiro do Sul, o ‘Melhor em Casa’ está inovando a saúde no setor de internações. A partir de uma análise da equipe médica e de enfermagem, pacientes de baixa e média complexidade recebem autorização para tratamento no conforto do lar, com total segurança. Dessa forma, os leitos hospitalares estarão desafogados frente a grande demanda que diariamente apresenta.

A equipe do Programa é formada inicialmente por profissionais médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, nutricionistas e fisioterapeutas num total de 12 profissionais que poderá atender, em média, 60 pacientes por mês. O objetivo é levar atendimento médico às casas de pessoas com necessidade de reabilitação motora, idosos, pacientes crônicos sem agravamento ou em situação pós-cirúrgica.

No Acre apenas o município de Cruzeiro do Sul, tem o programa gerido pela Prefeitura. Apenas a capital já dispõe deste serviço porem de responsabilidade do governo do estado.

A Coordenação Geral do Programa está a cargo da Enfermeira Rafaella Palmeira que explica que os casos são analisados individualmente e de acordo com a demanda do paciente é que o acompanhamento é definido. Segundo ela o atendimento pode ser uma vez ou duas por semana ou até mesmo um a ou duas vezes por dia. Trata-se portanto de um ganho significativo para a saúde do paciente uma vez que no seu ambiente domestico ele encontra o apoio, a presença dos familiares e o atendimento médico que são condições mais favoráveis para um pronto restabelecimento.

O Programa trará mais uma alternativa de assistência e melhoria na saúde pública para a cidade. A humanização do tratamento e o atendimento individualizado serão prioridade pela equipe do Programa Melhor em Casa, que terá inicialmente cobertura urbana mas que aos pouquinhos também chegará na zona rural.

A meta do governo federal é que, até 2014, o programa tenha mil equipes de atenção domiciliar e 400 de apoio atuando em todo o país. A expectativa é que os investimentos cheguem a 1 bilhão, que serão utilizados no custeio e manutenção dos serviços, como na compra de equipamentos e remédios.

Assessoria de Comunicação

Compartilhe

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS