Cruzeiro do Sul - Acre, sábado, 22 de setembro de 2018

Publicado em 28 de dezembro de 2013

Após feriado de natal falta carne bovina no mercado de Cruzeiro do Sul

carne 2A população que  procurou carne bovina nesta quinta-feira (26) em Cruzeiro do Sul se deparou com a maioria dos  balcões  vazios, ou com carne de outros tipos de animais. Nos poucos onde a carne era encontrada já não agradava tanto o gosto do consumidor.  Geraldo da Costa disse que procurou muito para conseguir encontrar carne de qualidade.

“Eu já tinha passado em vários locais, mas ta muito difícil de encontrar uma carne boa. Tenho que encontrar, pois preciso levar algo para comer para casa”, relatou o consumidor.

Os vendedores de carne alegam que o fornecedor não está suprindo a necessidade local, sendo que atualmente apenas uma empresa fornece carne bovina no município. O magarefe Antonio Muniz contou que os clientes estão precisando realizar encomendas antecipadas para ter acesso a uma boa carne.

“Para conseguir a carne que quer está sendo preciso fazer isso, agora pouco eu recebi já a ligação de um cliente pedindo carne para terça-feira, para garantir a ceia de ano novo”, contou.

carneHá anos que Cruzeiro do Sul não enfrentava esse problema. A situação fez o consumidor Valdenor Correia relembrar a época em que as pessoas precisavam fazer fila para comprar uma carne bovina.

“Antigamente tinha a cobrinha, que era uma grande fila enfrentada pelas pessoas na madrugada para conseguir comprar carne, devido a escassez, nunca pensei que passaríamos pela falta de carne novamente”, lembrou o consumidor.

A cerca de um mês que apenas um matadouro está fazendo o fornecimento em Cruzeiro do Sul, até mesmo a carne que era importada de outros estados não está mais chegando no município. As outras duas empresas fecharam as portas após o inicio dos trabalhos do atual frigorífico. O responsável pelo fornecimento, Sebastião Correia, garantiu que a empresa está se programando para que o problema não aconteça mais.

“Não imaginávamos que quando nós abríssemos as portas os outros fossem fechar, mas estamos nos adequando com outros dois novos caminhões, como é a exigência, e teremos como guardar carne e não faltar mais para o abastecimento da cidade”, explicou o empresário.

Sebastião Correia explicou ainda que o problema não é a falta de bovinos, pois estes são trazidos de Tarauacá.

Tribuna do Juruá – Vanísia Nery

Compartilhe

    Deixe seu comentário

    Mensagem

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS