Cruzeiro do Sul - Acre, quarta-feira, 23 de julho de 2014

Publicado em 6 de junho de 2012

“É fácil acusar, e sem provas, é mais fácil ainda”, afirma professor suspeito de desvio de recursos do CNPq

Questionado sobre as denúncias de irregularidade de recursos de bolsas, André Luiz Melhorança Filho, questiona acusação e refere-se ao assunto, como nota requentada.

O processo que envolve o docente e que chegou a ser arquivado voltou à Comissão de Sindicância da Ufac, a pedido da reitora Olinda Batista, e agora corre em sigilo administrativo.

O resultado das novas investigações está previsto para ser divulgado dentro de 15 dias. O valor que supostamente teria sido desviado corresponde R$ 57.600.

Sobre as acusações, o professor durante entrevista contestou as argumentações que o envolve e questiona.

“Esqueceram de dizer coisas simples, mas fundamentais para fundamentar tal denúncia, como por exemplo, para onde esse dinheiro foi desviado; quem recebeu de fato o dinheiro das bolsas e quem se beneficiou com o suposto desvio, caso tenha havido. Não trabalho no CNPq, mas sim para a Ufac. Acredito que não há argumentação suficiente contra mim, uma vez que o recurso não passa se quer por mim” afirmou o professor.

O professor finalizou se colocando a disposição para todo esclarecimento necessário, afirmando está disponível e pronto a responder depois de notificado, caso o processo corra junto ao Ministério Público.

“Estou tranquilo, porque meu patrimônio é compatível com o que ganho e não tenho problema nenhum em demonstrar minhas contas, caso seja preciso. É fácil acusar, e sem provas, é mais fácil ainda. Tudo já foi respondido e esclarecido. Trata-se de um assunto requentado. Lamento tudo isso e me questiono quanto ao interesse em me manterem sob esse foco negativo” completou.

Tribuna do Juruá – Dayana Maia

Compartilhe

    Comentários:

    1. maralopes disse:

      porque nao perguntam para a reitora…..

    2. tem disse:

      esse professorzinho não e flor que se cheire não.

    3. Absurdo disse:

      Cada dia surge mais provas, só não enxerga quem não quer enxergar! Esse cidadão dito “professor” vem de outro estado para aprontar em nossa cidade. Que tipo de opinião ele tem formado? já escutaram o ditado “os discípulos seguem o mestre”? pois é, os alunos dele estão tendo o pior exemplo possível! mas confio na PF e MPF, agora a coisa esquenta e será séria, quero ver ele conversar mole com a PF. Acusar e coagir aluno para ele é fácil, quero ver se esse covarde vai cantar de galo com a PF e o MPF. Agora foi para esfera correta, pois a gestão superior da ufac já demonstrou que não tem pulso pra resolver essas coisas.

    4. Rodrigo Augusto pinheiro disse:

      Pessoal espero que achem o verdadeiro culpado,pois esse dai não voi. Andrezão eu confio em vc.

    5. Jully Fontinelly disse:

      Isso é uma vergonha para nossa UFAC cada dia que passa é um professor desmascarado….

    6. NEYMAR JR. disse:

      quam colocaria a mão no fogo?
      oba cuidado pode se queimar

    7. paulovictor disse:

      Esse cara ai está casando dia 20 desse mês vai fazer um festão com qual dinheiro olha so o carro que ele e noiva dele anda só na pose qual dinheiro abri o olho gente…

    8. Moisa disse:

      A renda na casa do meu sobrinho é só o bolsa família.Mas mesmo assim ele não foi beneficiado com a bolsa da ufac…
      Agora está esplicado o porque!

    9. marlom disse:

      que tudo se esclareça pois é uma falta de vergonha uma atrocidade dessa contra a sociedade e a justiça seja feita!!!!!!!!!!!!!!!

    Deixe seu comentário

    Mensagem (Obrigatório)

    

    Site desenvolvido por Agência Live Design

    Fones: (68) 3322-7302 / 9998-9802
    Responsável: Cleonildo R. do Nascimento

    REDES SOCIAIS